Arquivo de tag ego

porIan Robson

COMO DOMINAR SEU EGO: 5 DICAS MATADORAS!

Você já aprendeu o que ele faz na sua vida, agora chegou a hora de aprender a dominar seu ego de vez, vamos lá?

dominar seu ego com 5 dicas

Com a teoria sempre vem a prática, e aqui eu vou te dar algumas técnicas de como você pode entrar em equilíbrio e dominar seu ego.

Lembra que eu disse no post anterior que você não precisa “matar” o seu ego, mas sim controla-lo?

Então, se por um lado você não pode se deixar levar pelo ego, por outro você não tem que guarda-lo numa caixinha e nunca olhar para ele.

O ego é importante, pois implica na sua autoestima. Porém, mais importante ainda é você saber lidar com ele de forma eficaz para viver bem consigo e com os outros.

 

ENCONTRE UM EQUILÍBRIO: SEJA CONSCIENTE DE QUEM VOCÊ É

dominar seu ego com equilíbrio

Primeiro de tudo, para dominar seu ego você precisa se conhecer. Saber quem você é consiste em saber seus limites, conhecer a fundo suas qualidades e defeitos. Essa é a fonte da verdadeira humildade.

A humildade é outra vítima do senso comum, assim como o egoísmo e o Ego. Vemos por aí que a noção de humildade é um tanto distorcida.

A imagem que a sociedade monta de humildade envolve a pessoa não ter grandes ambições, se contentar com pouco ou qualquer coisa que a vida der e se sentir feliz com isso.

Isso está completamente errado!

As pessoas que tem essa ideia entraram numa grande confusão nos significados de humildade e mediocridade.

A verdadeira humildade não está nas suas palavras e planos, e sim no modo como você lida com os aspectos referentes a você mesmo.

Pessoas realmente humildes normalmente:

  • Tem noção do que conseguem (ou não) fazerem, conhecem bem suas qualidades e defeitos.
  • Não fingem que não tem defeitos, trabalham para consertá-los.
  • Não se gabam por suas qualidades, não deixam que elas lhes subam a cabeça.
  • Procuram estarem em um ciclo constante de autodesenvolvimento para aprimorarem suas qualidades.
  • Entendem que seus defeitos fazem parte de quem são e procuram meios de viverem com eles.
  • Não tem medo de buscarem grandes resultados e de trabalharem duro por eles.
O EQUÍVOCO COMUM

Por algum motivo a imagem de quem tem essas características é a de alguém longe de ser humilde, e muitas vezes quem as tem acaba sofrendo por ser repreendido pelos outros.

Que acusam a pessoa de deixar a humildade de lado, desencorajando ela de perseguir seus objetivos.

E essa confusão nos conceitos pode te impedir de explorar o melhor da sua personalidade, caso você não tenha consciência disso.

As pessoas viveram tanto tempo com esse arquétipo errado na cabeça, passando ele de geração em geração, que hoje isso se tornou uma ideia totalmente distorcida.

Querer ser rico não faz você ser ganancioso, não tira sua humildade. Isso vai ser determinado pelos meios que você usa para alcançar esse objetivo, e as suas atitudes depois de alcança-lo.

Por outro lado, se contentar com pouco não é sinônimo de ser humilde. Basta conviver em um ambiente social para ver a quantidade de gente pobre e invejosa que tem.

Se você sabe que tem capacidade de alcançar grandes coisas, não vai ser arrogância mostrar isso. Desde que seja para realmente chegar a algum lugar, e não para se exibir pros outros.

Ser inteligente, habilidoso, talentoso em alguma coisa e reconhecer isso não tem problema nenhum. Apenas procure aproveitar em seu benefício e não para chamar atenção.

Não é nada bonito fingir que tem menos valor do que realmente tem.

 

SEJA INDEPENDENTE DE ATENÇÃO E APROVAÇÃO

dominar seu ego com confiança

Por quem você faz as coisas: por você ou pelos outros?

Eu falei no post anterior que as pessoas controladas pelo ego dependem da aprovação alheia para sentirem que tem valor, e esse é o segundo ponto.

Seu ego vai sempre te fazer sentir feliz quando você recebe atenção dos outros, e esse sentimento acaba se tornando um vício.

É bom postar aquela foto na academia e ganhar dezenas ou centenas de likes nas redes sociais né?

É bom entrar no WhatsApp e ver várias mensagens de pessoas te chamando, não é mesmo?

Isso é um fato: O sentimento daqueles 15 minutos de fama, em que você se sente importante por algum motivo é ótimo, todo mundo adora.

O problema é que muita gente acaba viciando nesse sentimento e começa a se dedicar a viver com ele. Fazendo de tudo para nunca parar de se sentir importante frente aos outros.

Mas a questão é: É pra isso que você vive? É isso o que te move a cada dia? Sua vida é dedicada a viver apenas de 15 em 15 minutos?

Espero que você tenha pensado “não” enquanto lia isso…

Se realmente não for, parabéns. Mas saiba: tem muita gente por aí que depende disso para ser feliz.

Viver em busca de aprovação e atenção de todos não é viver.

É viver para os outros.

 

SEJA DESAPEGADO DESSES SENTIMENTOS

Então para dominar seu ego é essencial você desapegar desse tipo de sentimento.

Em muitas pessoas isso está ligado a uma baixa autoestima e falta de autoconfiança.

No artigo anterior eu expliquei que pessoas que não tem muita confiança em si mesmas tendem a buscar aprovação para se sentirem importantes.

Então eu repito aqui: A pessoa autoconfiante não se preocupa em agradar aos outros para se sentir bem.

Acredite, você só precisa de uma aprovação: A SUA!

Então não se preocupe em fazer com que todos vejam o que você faz esperando reações positivas deles.

Você não precisa disso!

Seu ego vai naturalmente dizer que você precisa, mas isso é pura ilusão.

Faça as coisas por você, viva por você e não dependa das reações de outras pessoas para ficar satisfeito com o seu modo de viver.

Quanto mais indiferente você for à atenção que vai receber e às opiniões alheias, menos você vai ser independente disso e mais controlado o seu ego vai ser.

Na medida em que for se acostumando com isso, você vai dominar seu ego e ele vai se tornando mais saudável.

Experimente viver por um tempo sem expor tudo o que faz.

O simples sentimento de orgulho pelas suas realizações dura muito mais do que a satisfação pela atenção recebida.

alcançar seus resultados no facebook

EVITE JULGAR OS OUTROS

dominar seu ego sem julgamento

Para dominar o seu ego é importante aprender a olhar para as pessoas sem nenhum tipo de julgamento.

Você tem que entender que não é melhor ou pior que qualquer outra pessoa, e que não cabe a nenhum de nós julgar o outro.

Com certeza você já viu e até conheceu várias pessoas que falam de todo mundo com desdém e extremo ar de autoridade.

Como se realmente fosse algum tipo de juiz encarregado de tirar conclusões sobre todos.

Primeiro de tudo eu te disse para ter consciência das suas qualidades e defeitos.

Agora você adiciona a essa mentalidade o fato de que todos tem suas próprias características, qualidade e defeitos.

Todos são suscetíveis a erros.

A partir do momento que você para de ver os outros com julgamento, é como se tirasse um peso das suas costas.

Você até deixa de se estressar com maus hábitos e manias, já que agora você entende que isso é uma característica normal do ser humano.

 

PARA DOMINAR SEU EGO SAIBA DAR OPINIÕES COM SABEDORIA

dominar seu ego com opiniões

É normal o nosso ego nos fazer querer distribuir nossa opinião por aí como se ela fosse necessária para todo mundo.

Uma característica muito comum que denuncia o tamanho do ego de alguém é o quanto essa pessoa fala de si mesmo e o que ela acha de tudo.

Na verdade, é uma das características principais de alguém dominado pelo ego querer ter sua opinião valorizada por todos.

Opinar sobre as coisas é outra coisa completamente normal em nós, basicamente é isso que forma diálogos.

Sem a troca de opiniões quase não haveria comunicação verbal.

E se você gosta de compartilhar sua opinião com as pessoas, meio é que não falta para isso.

Você pode usar redes sociais, criar um canal no youtube ou até um blog (opa!).

E independente do meio que você use para se comunicar com as pessoas, uma coisa é essencial.

 

VOCÊ TEM QUE SABER A HORA CERTA PARA DAR SUA OPINIÃO

Essa é uma das maiores verdades para ter em mente na hora de dominar seu ego.

Acredito que uma das coisas mais desagradáveis de se escutar seja a velha frase “Ninguém pediu sua opinião”, ou “Ninguém te perguntou!”.

E isso reflete o fato de que por melhor que seja a opinião ou a intenção por trás dela, nem toda hora é uma boa hora para expô-la.

Se você tiver a opinião oposta a da pessoa ou grupo com quem esteja conversando, o ideal é você se comunicar de forma tranquila e bem detalhada.

Não tentar forçar sua opinião aos outros.

Esperar a melhor hora de expor o que acha também é primordial.

Terão momentos em que você vai pegar as pessoas em um mau dia, seja por mau humor, ou algum estresse incomum.

E nessas horas se a sua opinião for contrária à dela, pode causar uma reação negativa.

Não pense que a sua opinião é a melhor do mundo ou que ela é A CERTA.

Se alguma opinião realmente fosse uma verdade absoluta se chamaria “fato”.

É também essencial entender que todos temos opiniões diferentes.

Tanto é que se perguntar para 5 ou 10 pessoas na rua o que acham sobre a mesma coisa, você pode voltar com 10 ou até 20 respostas diferentes.

A sua intenção pode ser ajudar uma pessoa, sua opinião pode ser inteligente, você pode ser mais inteligente do que a pessoa.

Mas nem por isso você pode tratar sua opinião como conhecimento obrigatório.

Pessoas dominadas pelo ego, dependendo do nível tendem a achar que suas opiniões são dignas de estarem em enciclopédias.

E se tem uma coisa difícil nessa vida é mudar a opinião de alguém assim.

Prudência pode ser a diferença entre causar uma briga ou transformação na pessoa quando dá sua opinião.

 

PAZ É MELHOR QUE “RAZÃO”

dominar seu ego com paz interior

O que é mais importante para você: Se sentir bem consigo mesmo e com os outros, ou provar a todo custo que está certo em tudo?

Pense nisso… Você já deve ter passado por brigas e discussões por causa de conflitos envolvendo razão.

Já parou para pensar que a menos que isso representasse um risco real para algum de vocês, não teve muito sentido brigar?

Conflitos de opiniões e valores quase sempre levam a esse tipo de coisa.

E nessa hora você vai se ver entre a razão e a emoção.

O desejo do ego é fazer de tudo para estar certo, ter a razão satisfaz o ego de qualquer pessoa.

E tem muita gente que luta com unhas e dentes para sempre ter razão sobre tudo!

Para elas não é questão de realmente “estar certo”, mas sim de ter a razão.

É parecer estar certo para quem estiver perto ou conviver com essa pessoa, mesmo que no fundo ele saiba que não está realmente certo.

Isso é uma das características mais comuns de quem é totalmente dominado pelo ego.

Esse tipo de pessoa tem uma espécie de medo de estar errada, acha que isso diminui seu valor.

Normalmente ela vai fazer de tudo para não admitir que não está certa em uma discussão ou debate.

Dependendo do seu ego esse talvez seja o passo mais difícil de pratica.

Mas depois de poucas vezes você já passa a ver tudo de outro jeito.

 

O QUE REALMENTE IMPORTA

Aqui a última mentalidade para você adotar: Importante é estar certo para você e não para os outros.

Não é mais simplesmente questão de opinião, e sim de certo e errado, fatos.

Se em alguma situação você sabe que está certo, mas a outra pessoa insiste em não entender, e a questão não é nada realmente importante.

Então não tem por que lutar contra a ignorância dela para provar sua razão, é pura perda de tempo.

Seus próprios valores devem ser sua prioridade, e o que os outros irão achar não deve fazer diferença no seu julgamento interno.

Então não brigue para estar sempre com a razão, por que ela nem sempre estará com você.

Muitas vezes “ter razão” vai custar boas relações enquanto a razão em si pode ser sobre algo insignificante.

E a sua paz de espírito vale muito mais do que vencer uma briguinha boba que logo será esquecida.

Por outro lado, caso perceba que está errado sobre algo, não tem problema nenhum admitir isso.

Você não vai ser ninguém inferior por isso, pelo contrário, ter caráter e reconhecer isso te fará diferente de milhões de pessoas que não tem essa coragem.

Dominar seu ego sempre vai ser uma luta complicada que exige equilíbrio na pessoa, mas a recompensa é imensurável, simplesmente não tem preço.

Comece a praticar e dê tempo a si mesmo, vai ser fácil perceber os resultados.


porIan Robson

COMO O EGO INFLUENCIA SUA VIDA

Ah o Ego… Vamos falar desse “vilão” social e entender mais um pouco sobre ele.

Vilão? Bem… É o que parece né. Ou será que não…


O EGO E O SENSO COMUM

O ego e o senso comum

Quando se fala em ego as pessoas logo pensam em gente vaidosa, que só pensa em si mesmas e só age de acordo com os próprios interesses.

Alguém que se preocupa em excesso com o que falam dela e com a imagem que passa para os outros.

Muitos dizem que para ser humilde a pessoa deve eliminar todo o seu ego, pois enquanto o tiver vai estar fadado a viver buscando sempre a aprovação dos outros.

Acho incrível ver o quanto as pessoas estão escravas do ego.

Parece que hoje é legal viver de coisas superficiais como status e ostentação.

É como se suas vidas dependessem de serem notadas, de aparecerem, de que todos saibam o que fazem e de receberem constante aprovação.

Parece que se não receberem milhares de likes no Facebook ou Instagram sentem como se fizessem algo errado.

Essa matrix em que essas pessoas vivem parece aumentar cada vez mais com o passar dos anos, com cada vez mais pessoas dentro dela.

O desejo pelos quinze minutos de fama parece ser mais fácil de alcançar, fazendo com que mais pessoas fizessem de tudo por um pouco de atenção.

 

 E ONDE O EGO ENTRA NISSO?

Onde o ego entra na vida

Bem… Eu diria que ele é o núcleo disso tudo.

As pessoas se sentem bem com a aprovação dos outros, saber que 200 pessoas curtiram sua foto dá a elas uma sensação de poder, importância, enquanto que se ninguém der atenção elas se sentem inferiores.

O que isso agrega na vida dessas pessoas? Nada… Mas pra quem vive de status isso é uma vitória.

Saber que está sendo visto por todos, que estão reagindo à sua presença. Não existe mais o fator interno, em fazer algo apenas por se sentir bem.

A questão do Ego ainda é uma coisa complicada, falar do ego não é fácil porquê ele foi mais uma vítima do senso comum, assim como o egoísmo.

Segundo a crença popular a pessoa quem “tem ego” está constantemente:

  • Tentando se provar para todos, como se devesse alguma coisa.
  • Sempre tenta se sobressair em todas as situações, desde uma pequena discussão até os maiores debates.
  • Nunca quer estar errada, ou nunca admite estar errada, pois assim estaria sendo “inferior” aos outros.

O GRANDE EQUÍVOCO SOBRE O EGO

A ideia que se tem de ego é a da extrema vaidade.

Para as pessoas ele é sinônimo de egocentrismo, em que a pessoa só liga para si mesma e está sempre preocupada com a forma como os outros a vêem.

Além de ter uma ideia mais positiva de si mesma em relação à realidade.

Essas afirmações estão certas, o que está errada é essa crença sobre o ego.

Em certo ponto isso até faz sentido, mas tem um pequeno equívoco aí: a questão não é ter o Ego ou não.

Mas sim o quanto você o controla e o trata diariamente com suas atitudes e comportamentos.

Seus pensamentos acerca dos outros e principalmente você mesmo, como como age e reage às suas qualidades e defeitos e o que faz sobre isso.

Todos temos Ego, o que vai determinar como cada um age e reage é a relação que o indivíduo tem com o próprio Ego.

Se você tiver plena consciência de quem é e de suas próprias qualidades e defeitos.

Você provavelmente vai ser o tipo de pessoa que domina o Ego.

 

QUANDO VOCÊ DOMINA O EGO

Você domina o ego

Você apenas se concentra em viver do jeito que acha certo.

Sem se preocupar com a opinião alheia, sem tentar provar nada a ninguém.

É auto confiante e não se preocupa em estar certo em tudo em relação aos outros.

Pois sabe o que é certo e não entra em discussão pois não vê a necessidade impor sua opinião à ninguém.

Você não se preocupa em mostrar a todos o que faz ou o que tem.

Não ostenta coisas de valor e se concentra em aproveitar o que tem de bom em vez de se exibir.

Agora, quando é o contrário, em que a você é dominado pelo ego, se torna alguém movido por aparências.

 

QUANDO O EGO DOMINA VOCÊ

O Ego domina você

Você tem aquela necessidade de ser visto para se sentir importante.

Precisa da atenção constante de todos para saber que tem algum valor e faz questão de reafirmar isso sempre.

Mostrando ter coisas de valor ou aparentando ter uma boa vida, coisas que possam causar inveja nos outros.

Tem tendência em entrar em discussões com qualquer pessoa que discorde de você, por menor que seja a questão.

Acha que sua opinião é a certa em tudo e se recusa a mudá-la independente da circunstância.

Isso tudo depende do seu “inner game”, seu relacionamento interno, sua auto confiança e sua auto estima.

  • Como você se vê?
  • O que acha das suas capacidades?
  • O quê acha que os outros pensam de você?
  • O quanto se preocupa com isso?
  • Você se quer se preocupa com isso?

Essas são questões que vão definir o seu ego.

Lembra que eu disse no post anterior que a pessoa mais importante da sua vida é você? Então, aqui eu reforço isso!

Você não precisa exatamente “matar” o seu ego para ser humilde, basta controlá-lo que você vai alcançar esse estado.

A relação que você tem com o seu Ego define se você é o seu melhor amigo ou pior inimigo.

A partir do momento em que você passa a conhecer melhor a si mesmo você encontra os meios para controlar o seu ego.

E entendê-lo é o primeiro passo para não deixar ele controlar você!