O PODER DOS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA

porIan Robson

O PODER DOS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA

Todos procuram na vida aquela grande felicidade. Mas hoje vou te ensinar o poder dos pequenos prazeres da vida na hora de ser feliz.

Aquela ideia romântica de chegar no ponto da vida em que se tem o que quer e com o que pode passar o resto da vida.

Mas você não precisa esperar essa grande realização para sentir o gosto da felicidade.

Até que esse dia chegue você pode experimentar grandes momentos de felicidade em pequenas doses durante a vida.

Só depende de você! De o quanto você aprecia esses momentos que vão aparecer no caminho.

É bem provável que se parar pra pensar agora vai ver que já teve vários.

E que talvez não tenha dado valor por serem coisas pequenas enquanto esperava algum momento maior.

 

E O QUE SÃO ESSES PEQUENOS PRAZERES?

 Aproveite os pequenos prazeres da vida relaxando

Simplesmente é tudo o que não precisa ser grandioso para te trazer felicidade.

São aqueles pequenos momentos em que você faz algo que goste muito.

Pode ser uma atividade, viagem ou passeio.

O tempo que você passa com alguém que você gosta muito: Sua família, melhores amigos, namorada, seu cachorro…

Quando você come algo que gosta muito e que raramente tem a chance, ou que tenha uma frequência certa.

Enfim, pequenos prazeres são aqueles detalhes menores da sua vida que parecem corriqueiros.

Mas que se você der o devido valor se torna uma grande fonte de felicidade.

 

QUAL O SEU PEQUENO PRAZER?

Está imaginando agora qual pode ser o pequeno prazer que torna sua vida mais divertida?

Não é difícil se encontrar, basta refletir…

Cada um tem aquela pequena atividade que adora fazer.

Que quando faz você simplesmente esquece te tudo e todos, os problemas e tudo o que esteja fora.

Pra alguns é academia, outros pode ser dirigir, alguns cozinhar, outros jogar vídeo game.

Não importa o que seja, a questão é: Te faz feliz, e não precisa de um grande esforço para conseguir.

 

 

OS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA PODEM TER GRANDES SIGNIFICADOS

Pequenos prazeres da vida - estar com os amigos

Tenho certeza que você vai achar que eu perdi a cabeça… Bem, quem sabe…

Pensa comigo…

Já viu aqueles cães na rua ou no meio do mato brincando sozinhos se esfregando no chão?

Mas já reparou na felicidade deles enquanto brincavam?

Ele simplesmente estava imerso na própria felicidade e não dava a mínima pro resto!

Com o meu cachorro é a mesma coisa.

Ele faz a mesma coisa, também fica nesse transe quando está roendo aqueles ossos que se compra em pet shop.

Ele simplesmente curte o osso dele como se nada mais existisse, como se nada pudesse o atingir.

Para nós pode parecer alguma coisa insignificante, mas pensa nisso.

Durante aquele tempo, mesmo curto, é a maior felicidade da vida dele!

E é isso que eu quero que você perceba.

 

 

AGORA PENSE NA SUA VIDA

Com a gente é a mesma coisa.

Me diz… Você já não fez algo que te envolvesse a ponto de perder a noção do tempo?

Já não aconteceu de você de repente se dar conta de que horas se passaram desde que você começou a fazer algo que gostava…

Mas que para você pareceram apenas alguns minutos?

Então, esse é o ponto!

Se você chegou nessa parte do artigo.

Parabéns! Eu não sou o único doido nesse mundo haha.

Vamos falar sério agora.

Quantas vezes você já não teve chances de experimentar esses pequenos prazeres da vida?

Independente de status ou situação financeira, pequenos prazeres existem nas vidas de todos.

E de tempos em tempos na sua também aparece alguma pequena fonte de felicidade.

Mas será que você enxerga? Enxerga dessa maneira?

Acredite, esses pequenos prazeres praticamente fazem parte do seu dia a dia.

E a cada vez que você nega alguma coisa, pode estar negando um deles.

E o pior é que você pode nem perceber.

 

 

DEPENDE DE CADA UM

Comigo costumava ser assim:

Em épocas que eu ficasse mais tenso como períodos próximos a provas da faculdade eu acabava tendendo a não fazer nada que não fosse relacionado às provas.

Tinha sempre aquele pesinho na consciência de estar usando para diversão o tempo que eu poderia estar estudando.

Então evitava ler livros, sair com amigos, ver seriados e etc.

E procurava me concentrar quase unicamente nos estudos.

O que eu não enxergava era: por mais que eu estudasse não seria a melhor maneira de ser bem sucedido se eu não relaxasse um pouco.

Só me traria estresse.

O que seria ainda pior.

Basicamente estava me concentrando no “problema” ao evitar tudo para me saturar de estudos.

Seria o mesmo que me concentrar no estresse e não no alívio.

Quando aproveitar esses pequenos prazeres iria me deixar mais tranquilo e com o humor melhor para os compromissos.

Para você a situação pode ter sido outra.

Mas independente disso o que eu quero que você entenda é que nós mesmos evitamos os prazeres da vida.

Cada um tem seu motivo, mas todos tem algo que faça isso.

 

 ser um homem de valor no facebook

 

PEQUENOS PRAZERES MANTÉM A FELICIDADE CONTÍNUA

Pequenos prazeres da vida mantém a felicidade contínua

Quando você se permite a pequenos prazeres cria um fluxo de felicidade que te satisfaz tanto em pequeno como em longo prazo.

Em vez de você se segurar esperando o grande momento de aproveitar as coisas boas da vida.

Você constrói esse prazer aos poucos em pequenas doses.

E fica motivado para a próxima oportunidade de aproveitá-los.

Os pequenos prazeres da vida podem tanto ser um alívio em épocas tensas.

Quanto elementos que melhorem momentos que já estejam bons.

Criar o hábito de aproveitar pequenos prazeres cria uma expectativa positiva duradoura para a próxima vez que você vai repetir isso.

Sua mente vai passar a pensar mais nos bons momentos que você tem do que com os ruins ou tensos.

E a positividade se torna parte da sua rotina.

Já que bons momentos de proveito passam a ser mais frequentes para você.

 

COMO COLOCAR ISSO EM PRÁTICA?

Tornar isso parte da sua vida só depende de você.

E fazer dos pequenos prazeres da vida uma fonte infinita de felicidade é muito mais fácil do que parece.

Simples assim: Você só precisa dar mais valor para esses momentos.

Você tem que passar a ter plena consciência da felicidade que esses pequenos momentos te proporcionam.

Em vez de encarar como uma situação comum você vai começar a ver como uma grande fonte de alegria, por mais simples que seja a atividade ou situação em si.

Tudo depende de o quanto você valoriza as coisas boas que chegam para você.

Sinta a felicidade plenamente.

Seja grato por poder fazer algo que te dê tanta alegria e guarde como uma boa lembrança e fonte de bons sentimentos.

As próximas vezes serão reforços disso tudo isso manterão sua alegria sempre em alta.

São inúmeros os benefícios de tornar essa prática um hábito.

E quase ninguém enxerga o quanto uma coisa tão pequena pode trazer benefícios tão grandes para a própria vida.

Boa sorte! E aproveite a vida, em cada pequeno detalhe 😉

 

LEIA MAIS:

Como ser realmente confiante

Como dominar seu Ego

A importância de ser decisivo

 

Sobre o Autor

Ian Robson administrator

Futuro publicitário e criador do projeto Valor de Homem para ajudar a todos os homens na jornada de se tornarem suas melhores versões, eliminando crenças limitantes e desenvolvendo uma verdadeira confiança.

Deixe uma resposta