Autor Ian Robson

porIan Robson

APROVAÇÃO SOCIAL: SE VOCÊ QUER SER FELIZ SE LIVRE DISSO!

O post anterior foi sobre julgamentos alheios e eu não poderia falar disso sem citar a aprovação social, que é um dos pontos mais importantes e merece um artigo inteiro.

Então se você quer se livrar de um dos piores males que afetam a inteligência social de qualquer um não pode deixar de ler o que eu vou falar hoje.

 

A REALIDADE

Hoje em dia todo mundo quer dar opinião sobre tudo, e com isso muita gente acabou adotando ou abandonando vários hábitos guiados pelo que outros disseram.

Quando você faz isso está sendo guiado pela aprovação social.

O termo já diz por si só. É o que a sociedade aprova, bate palma ou evita e até denigre.

Sim, todos nós crescemos debaixo dessa doutrina.

Sim, todos são ensinados a não ir contra isso.

E sim, a verdade é que todos os que já foram bem sucedidos foram justamente contra a aprovação social.

Já reparou que todo mundo na história que se deu bem na vida foi contra o que a maioria pensava?

Se ver bem vai reparar que eles eram pelo menos diferentes do “normal”.

Os donos de grandes empresas foram contra a opinião popular de que não daria certo e ficaram milionários.

Grandes líderes não se prendiam a paradigmas e limitações da sociedade onde viviam.

E revolucionários fizeram seus nomes lutando justamente contra os padrões de onde vivam.

Ou seja, todos enfrentaram a aprovação social e venceram.

 

O MAL DA APROVAÇÃO SOCIAL

A aprovação social não existe só na sociedade em si, mas principalmente nos seus círculos mais próximos.

Você vai enfrentar pessoas próximas como seus melhores amigos e família para seguir a própria vontade.

Pensa nas famílias tradicionais, como aquelas típicas famílias inglesas.

É muito comum nessas famílias os pais planejarem a vida inteira dos filhos antes mesmo de nascerem.

O modo como vão agir, onde vão estudar, a carreira para seguir e as vezes até com quem vão se casar.

E qualquer coisa que queiram fazer diferente do que os pais já decidiram vai fazer com que enfrentem a aprovação social da família.

Em outras palavras, pra fazerem o que realmente querem terão que ir contra tudo o que já foi imposto à eles.

Quebrando todos os costumes, crenças e cultura definidos pelos familiares e correndo o risco de decepcionar a todos.

Mas nessa corda bamba eles tem duas escolhas:

Viver andando com a manada como todos os outros ou fazerem o que querem e enfrentar as consequências.

 

TUDO TEM UM PREÇO

Consequências?

Isso depende, TUDO tem consequências, tudo envolve riscos, então tudo tem um preço.

E quando se fala em aprovação social é essencial ter isso em mente.

Quando você faz o que te agrada, segue seus sonhos e corre atrás dos próprios objetivos, por mais que vá contra o gosto da sociedade…

Acaba saindo do que é considerado “certo” pela maioria e para de andar junto com o bando.

E por isso você VAI ser muito criticado, zombado, questionado e até pode perder alguns “amigos”.

Experimente passar uma semana inteira falando apenas a verdade nua e crua no melhor estilo Dr. House.

É bem provável que dois terços de quem te conhece corte os laços contigo. Mas nem por isso o que você disse deixa de ser verdade.

A verdade é que muita gente não gosta dos diferentes que lutam por algo diferente e com isso se destacam da maioria.

Seja por oura inveja ou simplesmente medo de fazerem isso sozinhos e por isso preferem viver nos “padrões”.

E essa é uma forma de expressarem sua inveja, através de ataques.

Que exemplo seria melhor que o mestre Jesus Cristo? Que foi crucificado por falar a verdade.

Sem medo ele pregava o que tinha como verdade e falava as próprias opiniões independente de agradar ou não aos outros.

Contrariava os padrões e não viva de acordo com a sociedade em que estava.

Chamava de hipócritas escribas e fariseus, e não temia os homens da lei.

Ele tinha em mente uma missão a cumprir e só se movia na direção do seu objetivo.

Por isso ele foi “punido”, e hoje sua palavra é a lei.

 

abandonar a aprovação social no facebook

É NECESSÁRIO CORAGEM

Você não vai ser exatamente um herói para os outros por seguir seus sonhos.

Você não precisa querer exatamente mudar o mundo para enfrentar aprovação social.

Ter uma opinião ou estilo de vida diferente da maioria já é o suficiente.

Se você quiser fazer alguma faculdade que não seja as mais conhecidas como “prósperas” como Direito, Engenharia ou Medicina…

Sempre vai ter alguém pra te criticar e dizer que “não vai ter futuro”, normalmente sua própria família.

Ou se quiser ser um empreendedor num mundo onde todos tem medo de correr riscos.

Vai encarar crítica de muitos que preferem viver trabalhando para os outros independente das dificuldades que isso cause.

Provavelmente vão te dizer que o certo seria fazer concurso público para ter “estabilidade”.

Mas quem tiver uma consciência elevada vai te entender e provavelmente te admirar

Pois para isso você tem que ter CORAGEM.

Dizem que essas pessoas são apenas 3% de toda a humanidade.

Os outros 97% são apenas os que seguem a multidão.

Mas também é público o conhecimento de que quem segue o gado acaba no matadouro.

Apenas pense que os que viveram seguindo os padrões acabaram trabalhando para alguém que não viveu.

 

FLÁVIO AUGUSTO DA SILVA, FUNDADOR DA WISE UP

Foi pobre e para abrir a empresa tomou decisões que ninguém chamaria de certas.

Ele levou bolo do amigo que entraria com o capital e pegou 20 mil reais em cheque especial para custear os materiais da escola de inglês.

Hoje é bilionário e dono do time Orlando City nos Estados Unidos tendo até o próprio estádio.

Tudo conquistado por seguir o que achava certo independente do que dissessem.

Normalmente alguém teria desistido e voltado para os meios normais, mas ele foi além e chegou ao topo.

No fim das contas quem aceita viver na média vai sempre estar na média.

 

SE QUISER SER FELIZ NÃO CORRA ATRÁS DA APROVAÇÃO SOCIAL

Ninguém disse que seria fácil ser feliz, é correndo atrás do que quer que se encara os maiores obstáculos.

E em muitos casos a aprovação social vai ser a maior pedra no seu caminho.

Quem tem coragem de enfrentar essa barreira, passa a ter à disposição o potencial de chegar onde quiser.

Lute para conquistar o que deseja, persiga seus sonhos, e não ligue para quem tentar te por para baixo.

Ignore as opiniões das pessoas, a maioria nunca se quer tentou o que você quer fazer.

Se for para pagar, pague pelos SEUS erros e não pelos erros dos outros.

Só você pode comandar sua vida.

Deixar que os outros interfiram com seus sonhos é o primeiro passo para viver um pesadelo.

Quem te critica hoje é quem vai te perguntar amanhã como você conseguiu.

 

Leia Mais:

Não Se Importar Com Julgamentos

13 Coisas Que As Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem

Como o Ego Influencia Sua Vida

Aumentar Seu Amor Próprio

porIan Robson

COMO NÃO SE IMPORTAR COM JULGAMENTOS

Então você quer saber como não se importar com julgamentos? Nesse artigo eu vou falar tudo o que você vai precisar saber. Você vai aprender uma simples dica que vai ter fazer ver tudo de outra maneira.

 

VOCÊ SE INCOMODA COM A REAÇÃO DOS OUTROS?

Antes de qualquer mudança no interior você precisa olhar para dentro.

Você costuma ficar pensando no que os outros podem achar sobre você?

Quando anda na rua se sente desconfortável com alguns olhares?

Se você se identifica com isso é porquê se preocupa com julgamentos.

E isso é natural, mas principalmente é um sinal de timidez e problemas de autoconfiança.

 

TIMIDEZ E EGO

Não se importar com julgamentos é um dos maiores desafios para quem é tímido.

E se você é assim sabe bem como é.

A todo momento você se preocupa com o que os outros possam estar pensando a seu respeito e tem medo que seja algo ruim.

É aquela pulga atrás da orelha que sempre te lembra de quem tem algo a se preocupar em relação a outras pessoas.

Porquê a maior característica da timidez é o medo de reações negativas à você ou ao que faça.

E isso é expresso através do medo de se expor.

Já ouvi dizer que o maior medo de todo ser humano é o de ter que falar em público.

Sim, esse foi apontado como um medo maior que o da própria morte.

E também gente tímida se preocupa demais com a autoimagem.

Então a tendência de todo tímido é viver preocupado com o que seus conhecidos podem estar pensando dele.

E um erro fatal é que grande parte está sempre achando que todos pensam ou falam mal dele o tempo todo.

E como todos sabem isso é um traço de egocentrismo, o lado ruim do ego.

Ao contrário de alguém que tem o ego muito grande, você passa a achar que é o centro das atenções onde passa, de um modo negativo mal.

Sempre tem a crença de que todos querem fazer algum mal contra você, que se concentram na sua presença.

Quando na verdade muitas vezes não dão a mínima.

Por isso se você for tímido, saiba que ninguém está sempre tentando puxar o seu tapete ou estragar sua imagem.

 

AUTOCONFIANÇA

Por outro lado você pode não ser exatamente tímido, mas ainda não ter uma confiança inabalável.

Isso é uma brecha na sua segurança pessoal e abre as portas para preocupação com opiniões alheias.

Para não se preocupar com julgamentos você tem que ter uma forte confiança em si mesmo.

Ser seguro de si, ter crenças e valores fortes e saber do que é capaz são alguns elementos de pessoas autoconfiantes.

Você pode estar no caminho para isso e só precisa de mais alguns bons hábitos para se tornar indiferente ao que os outros pensam.

Para isso eu fiz esse artigo em que eu te ensino o básico para construir uma confiança forte -> Clique Aqui.

 

VOCÊ TEM O SEU VALOR

Você é um homem com princípios, crenças e valores definidos.

Não precisa provar nada à ninguém, e não deve nada à ninguém.

Então não tente provar o seu valor, só nunca esqueça que o tem.

Faça isso e só precisará de uma opinião para viver: A sua

 

ser um homem de valor no facebook

 

JULGAMENTOS ALHEIOS ATRAPALHAM SUA EVOLUÇÃO

Já parou para pensar em quantas coisas você já deixou de fazer por causa de alguma opinião negativa de outra pessoa?

Coisas que deixou de experimentar, lugares que deixou de ir, pessoas que deixou de conhecer…

Com certeza você já deixou de falar com alguma mulher por ouvir dos outros que era alguém ignorante.

Já evitou alimentos que eram conhecidos por “fazerem mal”, mas que sem que você soubesse que eram uma delícia.

E já está careca de saber que a maior parte da sociedade escolhe o que faz com base na opinião dos outros.

A faculdade que vai fazer, a carreira pra seguir e o estilo de vida para adotar.

Todos eles seguem a manada…

E se parar pra pensar agora vai lembrar que grande parte da sua vida foi baseada no que outras pessoas disseram.

Mas já parou pra pensar em quantas oportunidades já perdeu por causa disso?

Todos nós já evitamos fazer (várias) coisas por se preocupar com o que os outros iriam pensar.

E pessoalmente posso te dizer que me arrependo da grande maioria delas.

Deixar essa preocupação ditar como você vai levar a sua vida é prejudicial não só pro seu futuro mas principalmente pra sua autoestima.

Se permitir que isso te controle não vai ter mais a capacidade de decidir por você mesmo o que fazer em diante.

 

COMO NÃO SE IMPORTAR COM JULGAMENTOS

Agora vou compartilhar com você a chave pra se livrar desse receio em relação ao julgamento alheio.

Ninguém gosta de ser julgado, é verdade, e nem se quer de pensar que possa estar sendo julgado.

Essa simples dica pode melhorar sua vida instantaneamente daqui em diante.

Pode parecer contraditória, mas depois de praticar vai ver o quanto ela é eficiente.

Não julgue os outros.

Simples assim, não julgue e não pensará que está sendo julgado.

Jesus mesmo já disse em Mateus 7.1: Não julgueis para que não sejais julgados.

No nosso cérebro existe uma noção de reciprocidade que nos faz achar que o que fazemos para os outros será automaticamente feito para nós em retorno.

Então se você costuma sempre tirar conclusões sobre tudo e todos vai sempre pensar que também fazem isso com você.

Mas sabia que o segredo pra acabar com isso é parar os próprios julgamentos sobre os outros?

Afinal… O quanto nós julgamos durante a vida? Muito não é?

Já pensou que esse tempo poderia ser investido em melhorar a si mesmo?

Nossos julgamentos são automáticos por questão de hábito, mas com um pouco da famosa consciência dá pra diminuir isso.

 

UM EXERCÍCIO PARA NÃO SE IMPORTAR COM JULGAMENTOS

Toda vez que perceber que está julgando mude seu pensamento.

Quando andar na rua não julgue as pessoas que passarem por você e a sensação de julgamento some.

Use a sua presença, se ligue no momento, mas não fique divagando sobre as coisas que vê.

Silencie as vozes da mente que digam qualquer coisa sobre o que você está vendo.

Quando vir uma pessoa não a rotule (Bonita, feia, bem ou mal arrumada, parece rica ou pobre).

Isso é o pior do julgamento, e com esses pensamentos na cabeça vai logo achar que os outros possam te rotular também.

E não cabe a você avaliar ninguém assim como ninguém pode te avaliar.

É uma coisa difícil já que isso é automático, quando a gente percebe já está fazendo.

Então é primordial que você esteja determinado a se livrar desse hábito.

E também não ligue pro que podem pensar de você. Apenas seja você, do jeito que quiser ser.

Ninguém paga as suas contas então o que dizem não deve ter o poder de mudar você ou interferir com quem você é.

Não se importar com julgamentos é um grande desafio, maior ainda é não julgar!

O resultado? Vai sentir um peso saindo das suas costas e no lugar vai se sentir a vontade em qualquer lugar onde estiver.

 

Material Útil

Eu me baseei neste incrível vídeo do Coach Felipe Marx que foi o que me ajudou a me libertar dessa questão de julgamentos alheios e recomendo totalmente.

 

Outras leituras muito recomendadas são esses meus outros artigos que complementam perfeitamente o que eu falei aqui:

O Que Te Impede De Alcançar Seus Resultados

Como Se Tornar Realmente Confiante

Como Dominar Seu Ego

Como Ser Decidido

 

E o livro 13 Coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem de Amy Morin.

Lá ela aborda a fundo esse tema com exemplos de vida e de várias pessoas.

porIan Robson

CRIAR EXPECTATIVAS TE PREJUDICA

Neste artigo você vai entender porquê criar expectativas te prejudica e impede que você mantenha o foco no que realmente te ajuda a crescer. E principalmente como evitar que isso aconteça e viver tranquilamente sem se preocupar com o que não deve.

Como criar expectativas te prejudica

A VERDADE SOBRE AS EXPECTATIVAS

Vamos ser sinceros, todo mundo tem expectativas. Seja sobre o dia atual, o emprego, a própria vida e principalmente sobre outras pessoas.

Mas agora pensa com você: Quantas vezes suas expectativas foram REALMENTE satisfeitas?

Muitas? Poucas? Raramente? Nenhuma? As duas últimas opções parecem as que mais aconteceram né?

Porquê é normal!

Todos nós criamos expectativas o tempo todo, sobre todas as coisas da nossa vida.

Mas também já tivemos toneladas de decepções na vida justamente por ter criado expectativas.

 

É UMA COISA NATURAL

Quando você tem desejos e sonhos, a tendência em criar expectativas é inevitável.

Você não escolhe fazer, e sim se pega já viajando há tempos nelas.

Assim não consegue ver que criar expectativas te prejudica e impede que você mantenha o foco no lugar certo.

E o problema é que as expectativas que criamos acabam ficando incabíveis.

Sonhamos com coisas irreais e acabamos acreditando que aquilo deveria acontecer.

As nossas vontades nos deixam meio cegos pra algumas coisas da realidade.

E o nosso cérebro nos engana pra pensar que aquele sonho faz parte da nossa vida.

 

OLHA ESSE EXEMPLO

Um cara na faculdade começa a gostar de uma colega.

Ele está doido pra chamar ela pra sair.

Mas enquanto junta coragem ele vive sonhando com os dois juntos se divertindo, saindo, namorando e algumas vezes até se casando.

Aquilo não é a realidade dele, mas o cérebro dele fica trazendo essa imaginação com frequência.

Então ele passa a achar que isso realmente vai acontecer se ele simplesmente chama-la pra sair.

Claro que se ele não fizer isso nada vai acontecer.

Mas as coisas não vão obrigatoriamente dar certinho desse jeito, só que ele já sonhou tanto com isso que acredita que isso obrigatoriamente VAI ser assim.

Ele já vai chegar nela acreditando tanto no melhor que nem por um momento considerou o outro lado.

Ela poderia ter namorado, não querer se relacionar com ninguém, sou simplesmente dizer não.

Só que as expectativas dele já estavam tão altas que ele simplesmente nem se quer chegou a achar que alguma dessas coisas pudesse acontecer.

Então se ela aceita, ótimo, só que mesmo assim nada garante que o resto dali pra frente aconteça do jeito que ele imaginou.

Porquê cada etapa do relacionamento dependeria da anterior e ele já sonhava com uma muito a frente da realidade dele.

Ele continua na balança das expectativas porquê desde o começo elas não foram realistas.

Então tudo o que viria seria uma chance de se decepcionar porquê não seria exatamente do jeito que ele já estava desejando internamente.

 

O PODER DA DECEPÇÃO

Por outro lado se ela rejeitar o cara, ele ficará destruído. Todas as expectativas dele vão por água abaixo, já que estavam nas nuvens e foram totalmente frustradas.

E isso pra ele pode ser “o fim do mundo”, ele pode cair em depressão, criar traumas e uma série de complexos por causa da intensidade do impacto emocional.

Decepção nada mais é do que o resultado de ter uma expectativa frustrada. E quanto maior a decepção, maiores as consequências para a pessoa que sente.

Quando você já teve aquela amiga por quem era apaixonado enquanto ela só queria amizade você se decepcionou ao encarar a realidade.

E provavelmente prometeu que não iria repetir isso.

Já aconteceu com todos nós.

E o lado amoroso é só um dos lugares onde isso pode acontecer com a gente.

Você já passou pela experiência de esperar uma resposta sobre alguma vaga de emprego depois da entrevista?

Claro né, e também nesse meio tempo já se imaginou trabalhando no cargo que queria, falando com os outros sobre ele e tudo mais?

Só que nem todas as vezes isso se tornou realidade não é? E a decepção foi inevitável.

Natural, todos já passamos por isso.

A questão é, já criamos grandes expectativas com a carreira e já tivemos decepções por isso.

Então dá pra ver que não é só relacionado às outras pessoas que criar expectativas te prejudica.

 

AS EXPECTATIVAS CERTAS

Todo mundo diz que a solução é não criar expectativas.

Sim, isso está certo.

Quando você não se deixa levar pelos desejos e mantém os pés no chão sobre as possibilidades se poupa de grandes decepções.

Enquanto que por outro lado se as coisas realmente dão certo você tem uma grande alegria, já que não esperava nada em especial.

Você não precisa ser frio sobre isso. Afinal, é impossível não criar expectativas sobre as coisas das nossas vidas.

Mas quando se pegar viajando e sonhando com como você espera que tudo aconteça PARE NA HORA.

Isso é criar expectativas.

Você tem que criar as expectativas realistas sobre as coisas.

 

ser um homem de valor no facebook

 

Você Só pode controlar UMA Coisa: Quando Criar Expectativas te Prejudica

Não espere ser bem tratado por alguém que você já sabe que é totalmente ignorante e mal educado.

Não faça tudo esperando que façam o mesmo por você na mesma proporção.

Não espere dos outros o que você faz por eles.

O importante é entender que não podemos controlar os outros.

Apenas a nós mesmos.

É impossível controlar como os outros vão agir com você ou reagir ao que você faz para eles.

Mas você pode controlar o que você vai esperar dessas situações.

Se o seu foco estiver no lugar certo você não se machuca.

Não crie expectativas surreais. De preferência nem crie.

Se mandar uma mensagem pra aquela mulher que você acabou de conhecer não espere que ela responda logo, ou mesmo que responda.

Se der bom dia para alguém não espere um sorriso.

Se falar com alguém que te interesse não espere ser bem recebido logo de cara.

Você só tem que fazer essas coisas se você quiser ou achar certo.

Você cumprimenta os outros porquê é educado.

Trata bem porquê sabe que é o certo.

E aborda as pessoas porquê quer conhece-las.

 

 

AFINAL… VOCÊ FAZ AS COISAS PELOS OUTROS OU POR VOCÊ?

Quando você faz pelos motivos certos, em outras palavras por você, simplesmente não se importa com o retorno. Ou seja, não cria expectativas.

Quem faz qualquer coisa para outra pessoa esperando alguma reação específica dela automaticamente se faz dependente da outra.

Se você faz isso, está pondo sua felicidade na reação da outra pessoa e não em você mesmo.

E é por isso que criar expectativas te prejudica.

Para isso a última dica: Desapego.

Ele é a chave para você se libertar disso.

Seja desapegado de resultados, seja independente deles.

Se preocupa com o processo e não com o resultado.

Assim você evita as decepções e aproveita o sucesso.

Estudou para uma prova e não passou ? Tenta de novo!

Tentou conquistar uma mulher e não conseguiu? Parte pra outra!

Tentou um emprego e não chamaram? Tenta outro!

Só não desista e não se prenda na ideia de como pode terminar, em vez disso foque no que VOCÊ pode fazer para dar certo.

Faça por você, faça por fazer, mas nunca faça pelos outros.

Isso não significa que você tenha que ser egocêntrico, mas sim que sua felicidade não pode estar nas mãos de mais ninguém além de você!

 

Até lá leia esses posts que ajudarão a complementar o que eu disse nesse artigo

Clique Abaixo:

Desapego nos Relacionamentos

Como aumentar seu amor próprio

Manter Seu Valor

E experimente ler o Livro O Poder do Agora onde você vai aprender a se forcar no presente em vez de viajar com o futuro e abrir sua mente.

→ Conheça aqui ←

 

porIan Robson

13 COISAS QUE AS PESSOAS MENTALMENTE FORTES NÃO FAZEM

Ler é um dos maiores hábitos de quem quer realmente evoluir. Então hoje eu vou falar de 13 Coisas que as Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem. O livro que eu recomendo para qualquer um que quer melhorar sua vida de vez.

O que eu vou compartilhar com você nesse artigo é uma das maiores fontes de evolução que tem ajudado milhões de pessoas a mudarem seus hábitos. Leia o artigo na íntegra e ponha tudo em prática.

SOBRE A AUTORA

Amy Morin é assistente social, professora universitária e psicoterapeuta. Escreve regularmente para os sites Forbes, Psychology Today e About.com.

É convidada com frequência para dar entrevistas a jornais e revistas, como Time, Cosmopolitan e Business Insider. Seu trabalho já foi traduzido para mais de 20 idiomas. (Fonte: Sextante)

 

PSICOLOGIA REVERSA

Diferente da maior parte dos livros de desenvolvimento pessoal, em 13 Coisas que as Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem Amy nada contra a maré.

E nesse livro ela explora maus hábitos mentais e comportamentais mais comuns que todos nós tivemos durante toda a vida.

Mesmo sem perceber.

Enquanto a maioria dos livros prioriza te ensinar os hábitos corretos dando como exemplos alguns hábitos ruins.

Este inverte a abordagem e direciona os holofotes para eles.

Nada contra o jeito padrão de livros do gênero. Ambas maneiras são eficazes.

Mas a abordagem de Amy parece mais interessante do ponto de vista de dissolver maus hábitos.

Já que o foco aqui é destruir crenças limitantes e atitudes improdutivas.

E depois sim mostrar o jeito certo.

Partindo do princípio de que primeiro temos que remover a bagagem negativa antes de pôr a positiva.

Após a leitura você se dá conta de quantos hábitos errados carregou por tanto tempo!

Coisas essas que aprendeu desde criança da família, amigos…

Coisas que te ensinaram como “certas” e que se fizesse seria uma pessoa boa e educada.

Mas que por várias vezes na prática te fez sacrificar de forma sutil seu amor próprio e independência emocional.

 

ser um homem de valor no facebook 

 

13 Coisas Que As Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem

É bem provável que você já tenha adotado algum desses hábitos:

Mas saiba que pessoas mentalmente fortes…

 

#1 – Não Sentem Pena De Si Mesmas

Quem é mentalmente forte não perde tempo sentindo auto piedade ou se sentindo uma vitima.

Esse é um mau hábito que leva ao ciclo de pensamentos negativos que destroem a sua saúde mental e te deixa mais longe dos resultados.

 

#2 – Não Abrem Mão Do Seu Poder

Você tem que ter noção do poder que tem sobre você e não deixar coisas externas como outras pessoas ou situações tirarem sua paz de espírito.

Ser mentalmente forte significa saber quando agir e quando reagir ou não.

 

#3 – Não Tem Medo De Mudanças

Ser aberto as mudanças da vida é uma das maiores qualidades de qualquer um que seja mentalmente forte.

Elas acontecem mesmo que você não aceite, então é importante saber como encarar essas situações.

 

#4 – Não Focam No Que Não Podem Controlar

Quem foca no que não pode controlar gasta esforço de forma errada e fica estagnado.

Você precisa encontrar o foco que vai te ajudar a evoluir para investir seu tempo e esforço.

 

#5 – Não Tentam Agradar À Todos

É um dos pontos principais que preservam seu amor próprio.

Você deve vir SEMPRE em primeiro lugar, e se doar para os outros nunca é recomendável.

Saber reconhecer quando a necessidade de ajuda é genuína é uma característica marcante de quem é mentalmente forte.

 

#6 – Não Tem Medo De Correr Riscos

Quando você é mentalmente forte entende o valor em correr certos riscos, não tem medo de enfrentar a barreira e sair da zona de conforto.

Você se desafia, se supera, aprende e evolui.

 

#7 – Não Se Prendem Ao Passado

Entender que viver no passado só te impede de seguir em frente.

E que por mais que você possa aprender com ele o principal é viver o presente.

 

#8 – Não Repetem Os Erros

Pessoas mentalmente fortes aprendem com os erros e se aprimoram para não irem pelo caminho errado várias vezes.

 

#9 – Não Se Incomodam Com O Sucesso Dos Outros

Ser livre da inveja é uma das coisas que te mais te tornam alguém evoluído.

Por menor que ela seja, sempre vai ser uma âncora que te mantém longe do sucesso.

 

#10 – Não Desistem Depois Do Primeiro Fracasso

Você sabe que dificilmente vai conseguir algo com apenas uma tentativa. Pode até acontecer de primeira, mas se não der, precisa saber até onde é saudável persistir.

 

#11 – Não Evitam Ficarem Sozinhas

Os mentalmente fortes sabem que ficar sozinho é importante as vezes, e que na solidão podem ter as melhores soluções para os problemas ou melhores ideias.

 

#12 – Não Sentem Que O Mundo Lhes Deve Alguma Coisa

Mais uma vez, você precisa saber que não ganhará nada se fazendo de vítima.

Muita gente se doa até o ponto em que acha que deve receber um retorno por isso.

 

#13 – Não Esperam Resultados Imediatos

Paciência é uma virtude, principalmente para as pessoas mentalmente fortes.

Saber que com as atitudes certas os resultados virão mais cedo ou mais tarde é uma das maiores provas de mentalidade forte.

 

E Para cada um desses temas ela usa exemplos de pacientes que já chegaram até ela com problemas causados por essas mentalidades erradas.

E vai a fundo nos efeitos que cada uma causa na sua vida.

Na medida em que você lê se identifica com cada uma que já tenha feito parte de você.

Te fazendo perguntas que ajudam a perceber se você tem algum desses hábitos ou pensamentos.

E ainda dá um passo a passo para acabar com cada um deles.

É quase como uma aula de psicologia e práticas de saúde mental com exercícios e hábitos para você adotar para o dia a dia.

 

Conclusão

13 Coisas Que As Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem é um dos melhores livros que você vai ler na vida.

Nessa vastidão de livros com grandes promessas de mudanças esse se destaca com facilidade sendo simples e eficaz para todo mundo que busca o desenvolvimento pessoal.

Tenho certeza que depois dessa leitura você nunca mais vai olhar para dentro da mesma forma.

 

porIan Robson

A VERDADE SOBRE SER UMA PESSOA FRIA – O QUE NINGUÉM ENXERGA

Neste artigo eu vou te mostrar um pouco da verdade sobre o que é realmente ser uma pessoa fria.

Seja por desilusão amorosa, com a vida ou qualquer outro tipo de decepção.

Toda pessoa chega a algum momento da vida em que promete para si mesmo que vai abandonar qualquer tipo de sentimento para nunca mais se decepcionar.

Então o mais comum é que a decepção seja o gatilho para essa vontade em quase todo mundo.

Mas será que essa realmente é a melhor opção?

Aqui eu vou te falar as verdades que ninguém enxerga quando procura mudar de personalidade por estar cego com a frustração.

 

 

O QUE TE LEVA A QUERER SER UMA PESSOA FRIA?

O que te leva a ser uma pessoa fria

 

Se chegou aqui possivelmente esteve procurando coisas relacionadas a se tornar alguém mais frio.

Mas o melhor é o seguinte: olhe para dentro de você.

Pensa bem… o que te levou a querer isso?

Eu já levantei várias possiblidades acima…

Você teve alguma decepção amorosa? Término de relacionamento? Amizades e relações em geral frustradas?

Você sempre foi o tipo de pessoal que mais dá do que recebe?

Não precisa ser necessariamente relacionado a outra pessoa ou amor.

Teve alguma decepção recente na vida? Na carreira? Alguma perda?

Você tem que fazer essa reflexão e procurar o motivo para você tomar essa decisão.

Só depois você pode avaliar a situação e se pelo menos vale a pena.

Uma coisa é certa: Se você quer abandonar seus sentimentos é porquê teve uma má experiência com eles.

Ninguém joga fora aquilo que o faz se sentir bem…

Tanto que eu falei nas decepções.

 

 

VOCÊ É SENTIMENTAL?

Outra coisa comum é que pessoas que de repente desejam se tornarem mais frias na verdade são pessoas muito sentimentais.

Antes disso investiam as emoções intensamente até o momento que experimentaram emoções negativas com a mesma intensidade.

Se doavam para as pessoas, tinham muito afeto por quem não sentia o mesmo, se apegavam com facilidade…

E por isso criaram esse trauma a ponto de buscarem abrir mão das emoções para nunca mais terem essa experiência.

Olha, eu já procurei maneiras de me tornar alguém frio.

E então eu percebi que na verdade era sentimental, não media o quanto me envolvia emocionalmente com alguma coisa.

Muita gente vive essas emoções de corpo e alma e em algumas situações de tanto viver assim acaba quebrando a cara.

E o medo de que aconteça de novo é o que as faz desistirem de se deixarem levar de novo.

Por isso você tem que reconhecer se é realmente o tipo de pessoa sentimental.

Essa auto avaliação é essencial.

 

 

A ILUSÃO SOBRE SER FRIO

A verdade sobre ser uma pessoa fria

Muito se fala sobre as pessoas frias, a mídia e a cultura pop também criaram um “personagem” desse tipo de gente.

Quando o assunto é ser frio logo vem na mente das pessoas pelo menos dois tipos.

O primeiro é daquele cara que não se importa com nada, está sempre tranquilo, de bom com a vida e com tudo.

O outro é aquela pessoa com uma personalidade implacável que parece nunca se abalar com nada, nunca está triste ou estressada.

Outro possível é uma mistura dos dois.

A questão é que esses tipos são abordados em quase todos os tipo de filmes, séries e etc.

E chegam até a passar para você um ar de superioridade.

Te faz pensar que ser como eles te colocaria em um nível mais alto na vida.

Até porquê ter confiança e paz inabaláveis são qualidades que todo mundo quer.

Mas na prática não é bem assim que funciona.

 

ser um homem de valor no facebook

 

A VERDADE SOBRE SER UMA PESSOA FRIA

A verdade sobre ser uma pessoa fria

Na vida real até existem pessoas assim, mas a verdade é uma só.

Elas não são assim por natureza.

Você pode até achar que essas pessoas que parecem inabaláveis não sentem nada.

Mas na verdade elas sentem e muito.

É natural o ser humano ser sentimental. Somos seres emocionais.

Somos movidos todos os dias por várias emoções, de vários tipos.

Seja alegria, medo ou qualquer outra.

E tentar se tornar alguém incapaz de experimentar emoções seria negar a natureza.

O único jeito de ser alguém tão seco a ponto de nunca sentir nada seria ter algum problema psicológico.

Tanto que os próprios filmes que montam esses personagens logo são revelados como psicopatas.

E quando não são maus, a gente sempre descobre que na verdade é alguém que esconde os verdadeiros sentimentos.

Seja por traumas do passado ou qualquer outro tipo de situação.

Quer um exemplo? Te dou dois:

Harvey Specter do seriado Suits

Cristian Gray do livro 50 Tons de Cinza

A primeira vista ambos são exemplos perfeitos da frieza que todos gostariam de alcançar.

Mas logo vem a verdade por trás da máscara.

 

 

O QUE VOCÊ “GANHA” SE TORNANDO ALGUÉM FRIO

Depois de tudo isso você ainda quer ser uma pessoa fria?

Ser uma pessoa fria significa deixar de lado todas as suas emoções e viver como se elas não existissem dentro de você.

Se você faz isso para evitar sentimentos ruins esteja preparado para também deixar de aproveitar os bons.

Você entra em um estado total de indiferença e não vai ser mais influenciado por nenhum deles. Vai estar no meio.

É uma ordem natural, não se pode abandonar apenas as emoções ruins, as boas também vão embora.

Quem não pode chorar também não pode sorrir. Esse estilo de vida também tem seu preço.

Com o tempo você vai ver as pessoas irem embora da sua vida por você não conseguir mais agregar emoções positivas na vida delas.

Afinal ser uma pessoa fria tira toda a sua capacidade de expressar sentimentos.

E todas as relações envolvem emoções entre as pessoas.

Uma relação amorosa, por exemplo, pode ser baseada em amor ou paixão.

Uma amizade vem da afinidade, confiança, afeto e várias outras emoções.

O ponto é, todas as relações sempre tem raízes em emoções.

E tirar as emoções da sua vida é colocar uma corda no pescoço de qualquer relação saudável que você tenha construído ao longo da vida.

No fim não são realmente as pessoas que se afastam de você, e sim você que as afastará pela frieza.

Tem certeza que você quer ser uma pessoa assim? Que não sente nada, não experimenta o gosto de nada na vida? Sem amigos ou pessoas para compartilhar os momentos?

Pessoas frias não tem amigos, não tem quem as ame, não confiam em ninguém e não são confiáveis aos olhos de ninguém.

Ser uma pessoa fria na verdade é ser solitário, emocionalmente e socialmente.

É simplesmente estar sozinho por dentro e por fora.

 

 

O EQUILÍBRIO É O MELHOR CAMINHO

Ter equilíbrio em vez de ser uma pessoa fria

Agora você pode estar pensando “Ok, se ser frio não vale a pena o que eu faço? Já fui muito sentimental e me decepcionei e não posso abandonar minhas emoções, qual é a resposta?”.

Simplesmente você precisa ter equilíbrio.

Essa é uma das coisas que eu mais falo aqui no blog.

Ter equilíbrio é essencial na vida e o equilíbrio emocional é primordial em várias áreas.

Eu já falei que quando você é frio você está no meio da balança das emoções, mas não deixa nenhum lado pesar.

Ser equilibrado é estar no lado bom desse meio, aí você é capaz de avaliar quando vale a pena ou não investir emocionalmente.

A verdade é que você não precisa ser frio, só consciente das suas emoções e o quanto você responde emocionalmente às situações da vida.

Essa consciência te faz sempre pensar antes de qualquer reação e decidir se é bom se envolver.

 

DESAPEGO E EXPECTATIVAS

Lá em cima eu perguntei se você já quis se tornar frio por causa de decepção amorosa e se é do tipo que se doa para os outros.

Se sim, o melhor é você praticar o desapego saudável nos relacionamentos e não esperar nada das pessoas.

Eu fiz um artigo completo sobre isso aqui:

Se você já esperou ser tratado da mesma forma que tratava todo mundo então estava criando expectativas que foram frustradas.

E te encheram de frustração.

O melhor é parar com isso!

Só faça se for de coração.

Assim você não faz esperando retorno, e não vai se decepcionar, simplesmente porquê não se importa.

O importante é fazer porquê você quer fazer e não para que os outros também façam.

Ser desapegado é ser livre.

 

 

CONTROLE EMOCIONAL

Você precisa ter controle sobre suas emoções, não ser controlado por elas.

Aceite que você não pode controlar como os outros se sentem.

Mas pode controlar como você se sente.

E o que realmente importa são os seus próprios sentimentos.

Você decide o quanto vai ficar triste ou frustrado com a falta de retorno que tem.

E decide o quanto vale a resposta emocional que os outros tem ao que você faz.

Uma vez que esteja livre disso, não via precisar ser frio para não se frustrar.

Já vai estar livre antes mesmo que isso possa acontecer.

Porquê nunca deu mais valor aos resultados do que eles merecessem.

Lembre-se: Você faz sua felicidade, não ponha nos outros o dever de te fazer feliz.

 

LEIA TAMBÉM:

O Poder do Amor Próprio

A Importância de Tomar Decisões

O Desapego nos Relacionamentos

porIan Robson

O PODER DOS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA

Todos procuram na vida aquela grande felicidade. Mas hoje vou te ensinar o poder dos pequenos prazeres da vida na hora de ser feliz.

Aquela ideia romântica de chegar no ponto da vida em que se tem o que quer e com o que pode passar o resto da vida.

Mas você não precisa esperar essa grande realização para sentir o gosto da felicidade.

Até que esse dia chegue você pode experimentar grandes momentos de felicidade em pequenas doses durante a vida.

Só depende de você! De o quanto você aprecia esses momentos que vão aparecer no caminho.

É bem provável que se parar pra pensar agora vai ver que já teve vários.

E que talvez não tenha dado valor por serem coisas pequenas enquanto esperava algum momento maior.

 

E O QUE SÃO ESSES PEQUENOS PRAZERES?

 Aproveite os pequenos prazeres da vida relaxando

Simplesmente é tudo o que não precisa ser grandioso para te trazer felicidade.

São aqueles pequenos momentos em que você faz algo que goste muito.

Pode ser uma atividade, viagem ou passeio.

O tempo que você passa com alguém que você gosta muito: Sua família, melhores amigos, namorada, seu cachorro…

Quando você come algo que gosta muito e que raramente tem a chance, ou que tenha uma frequência certa.

Enfim, pequenos prazeres são aqueles detalhes menores da sua vida que parecem corriqueiros.

Mas que se você der o devido valor se torna uma grande fonte de felicidade.

 

QUAL O SEU PEQUENO PRAZER?

Está imaginando agora qual pode ser o pequeno prazer que torna sua vida mais divertida?

Não é difícil se encontrar, basta refletir…

Cada um tem aquela pequena atividade que adora fazer.

Que quando faz você simplesmente esquece te tudo e todos, os problemas e tudo o que esteja fora.

Pra alguns é academia, outros pode ser dirigir, alguns cozinhar, outros jogar vídeo game.

Não importa o que seja, a questão é: Te faz feliz, e não precisa de um grande esforço para conseguir.

 

 

OS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA PODEM TER GRANDES SIGNIFICADOS

Pequenos prazeres da vida - estar com os amigos

Tenho certeza que você vai achar que eu perdi a cabeça… Bem, quem sabe…

Pensa comigo…

Já viu aqueles cães na rua ou no meio do mato brincando sozinhos se esfregando no chão?

Mas já reparou na felicidade deles enquanto brincavam?

Ele simplesmente estava imerso na própria felicidade e não dava a mínima pro resto!

Com o meu cachorro é a mesma coisa.

Ele faz a mesma coisa, também fica nesse transe quando está roendo aqueles ossos que se compra em pet shop.

Ele simplesmente curte o osso dele como se nada mais existisse, como se nada pudesse o atingir.

Para nós pode parecer alguma coisa insignificante, mas pensa nisso.

Durante aquele tempo, mesmo curto, é a maior felicidade da vida dele!

E é isso que eu quero que você perceba.

 

 

AGORA PENSE NA SUA VIDA

Com a gente é a mesma coisa.

Me diz… Você já não fez algo que te envolvesse a ponto de perder a noção do tempo?

Já não aconteceu de você de repente se dar conta de que horas se passaram desde que você começou a fazer algo que gostava…

Mas que para você pareceram apenas alguns minutos?

Então, esse é o ponto!

Se você chegou nessa parte do artigo.

Parabéns! Eu não sou o único doido nesse mundo haha.

Vamos falar sério agora.

Quantas vezes você já não teve chances de experimentar esses pequenos prazeres da vida?

Independente de status ou situação financeira, pequenos prazeres existem nas vidas de todos.

E de tempos em tempos na sua também aparece alguma pequena fonte de felicidade.

Mas será que você enxerga? Enxerga dessa maneira?

Acredite, esses pequenos prazeres praticamente fazem parte do seu dia a dia.

E a cada vez que você nega alguma coisa, pode estar negando um deles.

E o pior é que você pode nem perceber.

 

 

DEPENDE DE CADA UM

Comigo costumava ser assim:

Em épocas que eu ficasse mais tenso como períodos próximos a provas da faculdade eu acabava tendendo a não fazer nada que não fosse relacionado às provas.

Tinha sempre aquele pesinho na consciência de estar usando para diversão o tempo que eu poderia estar estudando.

Então evitava ler livros, sair com amigos, ver seriados e etc.

E procurava me concentrar quase unicamente nos estudos.

O que eu não enxergava era: por mais que eu estudasse não seria a melhor maneira de ser bem sucedido se eu não relaxasse um pouco.

Só me traria estresse.

O que seria ainda pior.

Basicamente estava me concentrando no “problema” ao evitar tudo para me saturar de estudos.

Seria o mesmo que me concentrar no estresse e não no alívio.

Quando aproveitar esses pequenos prazeres iria me deixar mais tranquilo e com o humor melhor para os compromissos.

Para você a situação pode ter sido outra.

Mas independente disso o que eu quero que você entenda é que nós mesmos evitamos os prazeres da vida.

Cada um tem seu motivo, mas todos tem algo que faça isso.

 

 ser um homem de valor no facebook

 

PEQUENOS PRAZERES MANTÉM A FELICIDADE CONTÍNUA

Pequenos prazeres da vida mantém a felicidade contínua

Quando você se permite a pequenos prazeres cria um fluxo de felicidade que te satisfaz tanto em pequeno como em longo prazo.

Em vez de você se segurar esperando o grande momento de aproveitar as coisas boas da vida.

Você constrói esse prazer aos poucos em pequenas doses.

E fica motivado para a próxima oportunidade de aproveitá-los.

Os pequenos prazeres da vida podem tanto ser um alívio em épocas tensas.

Quanto elementos que melhorem momentos que já estejam bons.

Criar o hábito de aproveitar pequenos prazeres cria uma expectativa positiva duradoura para a próxima vez que você vai repetir isso.

Sua mente vai passar a pensar mais nos bons momentos que você tem do que com os ruins ou tensos.

E a positividade se torna parte da sua rotina.

Já que bons momentos de proveito passam a ser mais frequentes para você.

 

COMO COLOCAR ISSO EM PRÁTICA?

Tornar isso parte da sua vida só depende de você.

E fazer dos pequenos prazeres da vida uma fonte infinita de felicidade é muito mais fácil do que parece.

Simples assim: Você só precisa dar mais valor para esses momentos.

Você tem que passar a ter plena consciência da felicidade que esses pequenos momentos te proporcionam.

Em vez de encarar como uma situação comum você vai começar a ver como uma grande fonte de alegria, por mais simples que seja a atividade ou situação em si.

Tudo depende de o quanto você valoriza as coisas boas que chegam para você.

Sinta a felicidade plenamente.

Seja grato por poder fazer algo que te dê tanta alegria e guarde como uma boa lembrança e fonte de bons sentimentos.

As próximas vezes serão reforços disso tudo isso manterão sua alegria sempre em alta.

São inúmeros os benefícios de tornar essa prática um hábito.

E quase ninguém enxerga o quanto uma coisa tão pequena pode trazer benefícios tão grandes para a própria vida.

Boa sorte! E aproveite a vida, em cada pequeno detalhe 😉

 

LEIA MAIS:

Como ser realmente confiante

Como dominar seu Ego

A importância de ser decisivo

 

porIan Robson

DECISÃO – A IMPORTÂNCIA DE TOMAR DECISÕES

Já parou para pensar em quantas vezes você teve que tomar decisões na sua vida?

Acha que foram poucas? Pense de novo…

É simplesmente impossível dizer exatamente quantas, pois já foram milhares e milhares durante seus anos de vida.

Você deve achar que eu falo de grandes decisões, mas eu falo de todas!

Escolher abrir os olhos ou não depois de acordar, sair da cama ou continuar, o que comer no café da manhã…

Todas são decisões que você precisa tomar todo dia.

Quer entender a importância de tomar decisões na vida? Então continue lendo.

A importância de tomar decisões

 

 

TOMAR DECISÕES SIGNIFICA MATURIDADE

Tomar decisões com maturidade

 

Estamos todos acostumados a ter todos decidindo as coisas para nós quando somos crianças, e é aí que mora o primeiro problema.

Por conta disso os pais não deixam a criança desenvolver a própria capacidade de escolher o que quer para a vida.

E com a idade a própria vida cobra da pessoa essa capacidade de tomar decisões.

Esse é um dos primeiros sinais de maturidade na vida do ser humano: escolher sozinho seus caminhos.

Sem guias, muletas, palpites ou qualquer outra coisa que possa afetar seu julgamento.

Mas muitas pessoas não conseguem, porquê a vida inteira não puderam escolher por si próprios, seus pais sempre os limitaram a seguir e nunca decidir.

É como se a maturidade fosse negada a eles, mas independente disso ela vem.

E quanto menos preparado você estiver maior será o preço que ela vai cobrar.

Ser capaz de decidir o que fazer da vida sem precisar recorrer aos outros é um dos maiores indicadores de maturidade na pessoa.

 

NÃO SABER DECIDIR TE TORNA DEPENDENTE

Tomar decisões sem ser dependente

 

Se você não teve muitas experiências na vida pode ser mais dependente da opinião dos outros para tomar alguma decisão.

Para pessoas assim muita coisa é novidade e ela acaba se sentindo mais insegura por não saber lidar com determinadas situações.

Mas se você se acostumar a isso não vai realmente estar decidindo por si mesmo, e sim pelos outros.

Essa dependência se torna um vídeo já quem você vai sempre recorrer a outras pessoas para ter base para as suas decisões.

E para cada situação a qual você nunca tiver enfrentado, vai instintivamente procurar se apoiar na opinião de alguém para fazer seus movimentos.

Isso é um reflexo daqueles tempos de infância que eu citei.

Quando crianças, nós sempre perguntávamos pros nossos pais antes de decidir qualquer coisa.

E quando você não desenvolve naturalmente o costume de escolher as coisas sozinho, acaba levando essa dependência de forma subconsciente.

Deixar que todos decidam por você é o mesmo que deixar os outros viverem por você.

Seria como dar as rédeas da sua vida para os outros guiarem para a direção que quiserem enquanto você só segue como o cavalo de baixo da crina.

 

SER INDEPENDENTE ENVOLVE RISCOS

Tomar decisões correndo riscos

 

A primeira vez que você tomar uma decisão vai enfrentar dúvidas, medos, inseguranças.

Simplesmente por não saber quais consequências suas decisões podem trazer.

Cada escolha representa um risco que você corre, e é natural que você queira ter certeza de que o resultado seja o melhor possível.

Mas para ser completamente independente você precisa correr esses riscos.

As decisões podem não ser as melhores, mas elas não tem a obrigação de serem.

Você pode errar e, aliás, precisa! Só assim vai sentir o verdadeiro gosto das consequências.

Assim como você precisa acertar para sentir o gosto real do orgulho próprio, de saber que algo bom aconteceu inteiramente graças a você!

O importante é que você precisa aprender a decidir sozinho, sem a ajuda de ninguém!

Até porquê, o fato de alguém saber mais do que você sobre algo não garante que essa pessoa tome a melhor decisão sobre a SUA situação.

Lembre-se: É melhor pagar pelos seus erros do que pagar pelos erros dos outros.

No artigo “O que te impede de alcançar seus resultados” eu falei que você não precisa calcular cada vírgula de risco que corre com suas decisões.

Que você não precisa pensar demais antes de fazer algum movimento, se não nunca faria.

E repito aqui: É melhor pensar nos riscos e se prevenir para as possibilidades do que tentar evitar a todos!

Aceite que não dá para evitar que cada detalhe envolvido possa dar errado, então o ideal é estar preparado.

Não tenha medo das consequências, apenas aprenda a enfrenta-las.

E se ainda não leu o artigo que eu citei, vale dar uma conferida para saber melhor – > Clique Aqui

 

Tomar decisões no facebook

 

SER DECIDIDO INDICA CONFIANÇA

Tomar decisões cria confiança

 

Quando você está acostumado a tomar decisões por conta própria você passa uma das maiores imagens positivas para as pessoas que convivem contigo: A confiança.

Essa atitude mostra que você não tem medo do que pode acontecer por causa da sua decisão, que você tem capacidade de se cuidar.

Faz as pessoas verem que você tem um alto valor e que está preparado para o que pode acontecer, veem alguém que podem seguir e depositar confiança.

Tomar decisões pode parecer algo simples a princípio, mas os resultados e efeitos que isso pode causar na sai imagem são muito maiores do que dá para pensar.

Não só os outros passam a te ver de um jeito extremamente positivo, como também você mesmo se vê de uma forma muito melhor.

Já que sabe que quando aparecerem questões para resolver, você poderá agir por conta própria.

Se no começo você tinha medo de decidir as coisas sozinho, quando isso se torna algo normal na sua vida você simplesmente deixa essas preocupações para trás!

Você para de pensar demais no que pode acontecer e pensa mais NO QUE FAZER.

Assim passa a confiar que é capaz de resolver problemas, acabar com confusões e ajudar outras pessoas que estejam perdidas na vida.

Já que você não está!

Se você tem um bom relacionamento com seu ego não terá problemas em confiar em si mesmo o máximo possível.

Se quiser saber como melhorar essa relação com o ego leia meu artigo “Como dominar seu ego”. 😉

 

SABER TOMAR DECISÕES DEMONSTRA LIDERANÇA

Tomar decisões te torna um lider

 

A Capacidade de tomar decisões é uma das maiores características em diversos tipos de pessoas que todo homem deseja se tornar.

Pessoas populares, grandes empresários, presidentes… e principalmente: LÍDERES.

Já que esses se encaixam em todos os outros tipos que eu citei.

Porquê alguém se torna líder?

  • Por causa de cargo?
  • Status?
  • Situação financeira?

Não, meu amigo…

Líderes aparecem naturalmente, se sobressaem com o passar do tempo.

E tudo porquê eles sabem tomar decisões por eles e pelos outros.

As pessoas admiram aqueles que sabem guia-las, que aponta direções com facilidade.

Essa é sua grande demonstração de força.

Cargos não tem nada a ver com isso. Atitudes sim!

Pense dentro de uma empresa, onde há uma equipe de vendas. Essa equipe tem um gerente, mas ninguém o segue.

Ele manda, manda e manda, mas sempre que precisa decidir algo importante tira o corpo fora.

E no fim ninguém faz nada além do que ele manda.

Enquanto isso um dos vendedores consegue com facilidade coordenar a equipe.

Mas espera! Ele não tem nenhum cargo acima do resto, ele é mais um vendedor.

Então por quê eles o seguem?

Porquê se você reparar nele verá que ele nunca fica em dúvida.

Seja sobre a empresa, os produtos, ou procedimentos de trabalho e é sempre proativo…

Todos sabem que ele consegue se virar e que podem contar com ele quando tiverem suas dúvidas.

E sem querer ele se torna alguém que eles querem que fique a frente, já que ele sempre sabe o que fazer.

Mesmo que tenha alguém para fazer isso, eles enxergam esse valor em outra pessoa, que sempre demonstra essas capacidades.

 

SER INDECISO INDICA INSEGURANÇA

Tomar decisões te faz deixar de ser indeciso

 

Ninguém gosta de pessoas indecisas, principalmente quando dependem dela para saberem os caminhos a serem seguidos.

Vamos pegar aquele exemplo do gerente que eu te falei e colocar assim:

Ele manda, manda e manda, mas nunca sabe o que fazer.

Dá raiva só de ler não é?

Agora imagina você sendo assim… Não saber o que fazer, ficar perdido com decisões, ainda que simples.

Ser indeciso, você mostra para si mesmo que não confia na própria capacidade de escolher o caminho que quer seguir.

É como se no fundo você achasse que sua escolha não é boa.

E acho que nem preciso dizer em detalhes o quão ruim isso é para quem depender de você, não é?

Se os outros não tiverem a capacidade de decisão e você estiver junto sem também saber o que fazer.

Vocês serão um barco velejando eternamente, sem destino para atracar.

Em outras palavras: nunca chegará a ligar algum.

Imagina você morando absolutamente sozinho: Sem pais, amigos, companheira…

Tudo dependeria apenas de você, e se não pudesse decidir por si só?

Estaria perdido em uma eterna bagunça.

Saber tomar decisões pode realmente mudar sua vida.

E você não precisa de muito para tornar isso um hábito.

Pode começar com decisões simples, como o que comer no café da manhã, como vai para o trabalho ou faculdade…

O importante é estar consciente de que a escolha seja o que você realmente quer.


Referências

Como Ser Autoconfiante

Como Dominar Seu Ego

Como eliminar o que te impede de evoluir

porIan Robson

COMO O DESAPEGO NO RELACIONAMENTO MELHORA SUAS RELAÇÕES

Você acabou de entrar em uma relação ou quer melhorar a sua ? Então precisa aprender a praticar o desapego no relacionamento!

Estar em um relacionamento envolve muita coisa: Amor, carinho, compreensão, paciência… E desapego.

Mas antes de tudo preciso esclarecer uma coisa para evitar equívocos em quem lê.

 

O QUE SIGNIFICA O DESAPEGO NO RELACIONAMENTO

Entender o desapego no relacionamento
Eu costumo abordar com bastante frequência termos que normalmente são mal compreendidos no senso comum.

Foi o que aconteceu com o egoísmo e com a humildade.

Assim como eles o “Desapego” tem também uma fama errada na mente da massa.

Quando as pessoas falam sobre isso sempre montam a imagem de que ser desapegado é simplesmente não dar a mínima.

Isso é ser indiferente, que é um pouco diferente. Ser indiferente é realmente não se importar independente do que aconteça.

Mais pra frente ao longo do artigo eu vou explicando sobre o desapego no relacionamento e você vai entender melhor.

 

O APEGO EM EXCESSO PODE DESGASTAR SEU RELACIONAMENTO

Tanto homens quanto mulheres podem acabar cometendo esse erro quando entram em um relacionamento ou na medida em que ele evolui.

Você pode ser ou até já ter sido assim com a sua namorada, noiva, esposa…

Eu entendo que é normal a gente se ligar cada vez mais com a nossa parceira com​ o passar do tempo.

Mas como qualquer coisa na vida essa ligação também tem uma fina linha que separa o saudável do prejudicial.

E as consequências por cruzá-la podem ser permanentes.

Vamos supor que você acabou de começar o namoro com aquela mulher com quem você ficava há algum tempo e que foi dura de conquistar.

Finalmente atingiu aquele patamar de relacionamento sério que tanto queria com ela.

Você está mais apaixonado do que nunca, plenamente feliz pela conquista.

Ela se tornou o seu mundo, o ar que você respira. Tudo o que você faz e o jeito com que leva a vida são em prol do agrado dela.

Obviamente você a valoriza muito, nada mais natural.

Só que com essa supervalorização você vive fazendo coisas para que ela seja sempre feliz ao seu lado.

Como qualquer namorado faria, até aí tudo bem.

Mas passa um tempo, você faz, faz, faz e raramente recebe algo de volta.

Você então começa a ficar frustrado, amargurado, exigindo que ela faça mais por você.

E ela cansada com o clima desagradável que vai se formando…

Até o dia em que ela termina contigo, simplesmente dizendo que não se sente pronta.

 

ONDE MORA O PROBLEMA

O problema nisso tudo é que naturalmente você esperaria que ela retornasse cada gesto que você teve, na mesma proporção.

O fato de você fazer “de tudo por ela” e de estarem no relacionamento incita a necessidade de reciprocidade.

E com isso você passa a esperar as mesmas atitudes dela, você acaba caba criando expectativas de retorno.

Como sabemos, nossas expectativas NUNCA são satisfeitas conforme esperamos, pode ser melhor ou pior, mas nunca exato.

E devemos admitir, raramente vai ser melhor.

E a decepção que você tem quando não recebe o retorno que esperava é muito grande.

E pode até por em dúvida a sinceridade dos sentimentos dela em relação a você, não é?

Afinal, você fazia de tudo por ela e queria que ela tivesse a mesma consideração.

E é exatamente que mora o problema.

 

O APEGO GERA COBRANÇA

Primeiro de tudo: Quando estamos em um relacionamento é natural esperar igualdade no tratamento.

Mas o primeiro erro que você pode cometer é achar que tudo o que você fizer vai ser automaticamente devolvido.

Isso gera naturalmente uma cobrança.

Principalmente se isso tudo acontecer enquanto o relacionamento for recente.

Toda essa cobrança vai fazer sua parceira se sentir pressionada e sufocada na relação.

Colocando nela um suposto dever de fazer certas coisas querendo ou não, só porquê você fez tanto antes.

Ela vai se sentir desconfortável com a relação, não estando livre para ter esses gestos espontaneamente.

E vai acabar pensando em você de forma negativa, pensando que tudo o que você fizer sempre envolverá uma dívida.

E isso é a corda no pescoço de qualquer relacionamento.

 

CONHEÇA SUA PARCEIRA

O quanto você conhece a mulher que está ao seu lado depende não só de tempo, mas também da intensidade da interação.

O quanto você se esforça para conhecê-la a fundo?

Quanto mais você entender o tipo de pessoa que ela é, melhor você administra as suas próprias ações no relacionamento.

Muitos podem ser os motivos para ela talvez não retornar o que você faz por ela:

  • Ela pode ser muito tímida;
  • Não te conhecer tão bem;
  • Ser insegura da sua reação;
  • Ou mesmo ter outras limitações externas;

 

O quanto você permite que ela conheça você?

Você sabe o que pode impedi-la de fazer coisas assim por você?

Ao longo da relação você vai ser cada vez mais próximo dela e seus laços cada vez mais fortes.

E com isso você vai poder se permitir mais gestos.

Mas não no começo, não se pode ir com muita cede ao pote.

 

ser um homem de valor no facebook

 

COMO FUNCIONA O DESAPEGO NO RELACIONAMENTO

Como funciona o desapego no relacionamento
Chegou a hora de trazer a luz sobre o real desapego no relacionamento.

Primeiro, em uma relação ser desapegado não é ser indiferente.

Em resumo, é simplesmente não se importar demais.

Como assim?

No exemplo que eu falei você fazia de tudo pela sua namorada logo no inicio da relação.

No começo, isso nem se quer é necessário. Esse início é tempo de começarem a se conhecer.

Gestos românticos, preocupação elevada com a vida do outro, presentes e coisas assim são para quando a relação já estiver em outro nível.

Nem ela mesma já está esperando que você venha cheio de flores e chocolate em 1 mês de namoro.

Ela se sente pressionada.

Isso só passa a sensação de carência, faz parecer que você está desesperado para fazê-la ficar.

E não importa o quanto você se esforce, se não der os motivos certos, ela não será presa por coisas assim.

 

COMO SER DESAPEGADO

Aprender isso vai enriquecer não só seu relacionamento amoroso, como todas as relações em geral.

Ter desapego no relacionamento é basicamente ser desapegado dos resultados.

Você não tem que fazer tudo o tempo todo para agradá-la, o segredo é fazer de coração.

Isso significa que você só precisa fazer quando sentir a vontade sincera de fazer.

Não fazer a todo o momento ou de tempos em tempos, mas sim quando você sentir a vontade absoluta.

Isso é fazer de coração, você vai fazer com a intenção de deixa-la feliz e só!

Não vai fazer para que ela faça também, não vai fazer esperando algum retorno.

Vai fazer simplesmente porquê você quer!

 

NÃO CRIE EXPECTATIVAS

Quando você tem esse sentimento, você não se importa com o resultado. Não se preocupa com a reação dela ou o que ela vai fazer em relação ao seu gesto.

Seja um abraço, um beijo, uma declaração, um presentinho, uma ligação fora de hora.

Se for de coração, você não vai se preocupar com o que você pode ganhar, e sim em ver a felicidade dela. E não vai se ferir com expectativas frustradas.

Então não faça isso sempre.

Não vai ter cobrança desnecessária, estresse sem sentido, nem preocupações bobas.

E ela vai se sentir livre para te dar gestos carinhosos quando se sentir totalmente confortável.

Esse é o verdadeiro desapego no relacionamento, ele é um dos maiores sinais da maturidade na relação.

Não criar expectativas é sempre bom, principalmente em relação a pessoas.

Nunca esqueça que elas podem sempre te decepcionar ou até partir, esteja preparado para isso!

E é sempre melhor ser surpreendido do que decepcionado.

 

 

PRESERVE SUA INDIVIDUALIDADE

Se você está em um namoro não tem que agir como se estivessem casados.

O namoro envolve três vidas: a sua, a dela e a dos dois. Mas antes da dos dois juntos tem a de cada um separadamente.

Ela não precisa e provavelmente não quer toda a sua atenção, você pode (e deve) dá-la aos seus amigos e família também.

E deixar sua parceira fazer o mesmo pelas amigas e família.

Quanto mais saudável for a vida de cada um, melhor vai ser a vida do casal.

Então saia com seus amigos, dê atenção aos seus parentes, lute pelos seus objetivos de vida, suas metas, seus sonhos e tudo fora do seu relacionamento!

Você não precisa abdicar da sua vida e viver em função dela, nem ela quer isso. Mulher gosta do cara que sabe se valorizar e prioriza os próprios objetivos.

Ela vai te admirar por ser focado e vai te valorizar pela sua determinação.

Desapego no relacionamento é necessário para o bem estar dele.

Siga com a relação um passo de cada vez, sem preocupações desnecessárias, e ela chegará tão longe quanto você possa imaginar.

 

Referências:

Como Ser Realmente Confiante

Como Manter Seu Valor

Como Dominar Seu Ego

porIan Robson

O QUE TE IMPEDE DE ALCANÇAR SEUS RESULTADOS

 

E se eu te dissesse que o que mais pode te impedir de alcançar seus resultados são coisas que você mesmo faz? Ainda que sem perceber…

Já parou para pensar que você mesmo pode ser seu pior inimigo?

Nessa caminhada para se tornar a melhor versão de si mesmo as maiores pedras podem ser colocadas por ninguém menos que você!

O que te impede de alcançar seus resultados

Não entendeu bem? Se liga que nesse artigo eu falo das seguintes questões:

  • Auto sabotagem e Crenças Limitantes
  • Pensamentos negativos
  • Zona de Conforto
  • Procrastinação

Esses quatro elementos são simplesmente mortais para quem está no caminho do desenvolvimento pessoal, um deles já é extremamente perigoso para o seu progresso.

Os quatro juntos então… Um suicídio na sua jornada para alcançar seus resultados.

Vou te dar uns toques aqui para você entender mais como cada um deles funciona e o que fazer para evitar esses caminhos errados na estrada.

 

AUTO SABOTAGEM E CRENÇAS LIMITANTES

Alcançar seus resultados sem crenças limitantes

O nome já fala por si só né, mas vamos mais a fundo nisso.

Digamos que você esteja querendo começar uma faculdade, já decidiu sua área acadêmica, escolheu o curso e a instituição e está pronto para fazer o vestibular.

Mas de repente você se pega pensando e então chega em dúvidas que ameaçam os seus planos de estudar:

  • O risco de não ser uma área com bom retorno financeiro.
  • A dificuldade das matérias.
  • Não saber se vai ser capaz de cuidar das mensalidades e custos.

Com isso vêm os pensamentos do tipo:

  • “E se eu não conseguir nada depois de me formar?”
  • “E se eu repetir nas matérias?”
  • “E se eu não conseguir pagar o curso”.

E por conta disso tudo, acaba desistindo do curso que antes sonhava em fazer, e ainda pode acabar pensando “Faculdade é coisa de gente rica mesmo, eu não tenho tempo para estudar, não me daria bem”.

E por quê? Por coisas das quais não podia prever como seria até entrar de vez, mesmo não tendo provas de que as coisas que passaram pela sua cabeça fossem verdade.

Mas por simplesmente ter pensado nelas.

Esses pensamentos te travam e te impedem de tentar algo novo, o que acaba te deixando na estaca zero.

O mesmo acontece quando um homem vê uma mulher atraente na rua e pensa em falar com ela, mas na hora em que ele vai tomar uma atitude vem aqueles pensamentos:

  • “Ela é bonita demais para mim”.
  • “Ela pode me dar um fora”.
  • “E se ela tiver namorado?”.

E por isso acaba desistindo de falar com alguém que poderia se tornar uma parte importante da sua vida, no fim das contas pensando “Ela era boa demais para mim mesmo…”.

O CICLO DA AUTO SABOTAGEM

Esses pensamentos são o que chamamos de crenças limitantes e te levam ao infame “Ciclo da Auto Sabotagem”.

Ele começa quando você se vê em alguma situação que pode te tirar da sua zona de conforto (falo dela mais a frente). E é confrontado com questões que te colocam em dúvida se vale a pena continuar e sair dela.

Essa situação normalmente é fazer alguma coisa nova, que você nunca tenha tentado antes.

Essas questões geralmente trazem pensamentos negativos em relação ao que você está prestes a tentar e te fazem desistir.

E depois que você desiste sua mente tende a tentar te confortar com pensamentos que te façam sentir que desistir foi a decisão certa no fim das contas (mesmo que não tenha sido de fato).

 

PENSAMENTOS NEGATIVOS

Alcançar seus resultados sem pensamentos negativos

Acabei de falar deles e os chamei de crenças limitantes, né.

Eles são o produto dos seus próprios medos e inseguranças frente a situações desafiadoras, por menores que elas sejam.

São as âncoras que te mantem atracado enquanto você tentar alcançar novas distâncias no mar da vida.

A primeira coisa que você deve estar ciente é de que é impossível viver sem pensamentos negativos. Eles simplesmente fazem parte da sua vida.

O que você deve fazer é ter consciência deles no momento em que eles invadirem sua mente e afastá-los. Quando fizer isso, você vai perceber que não tem porquê se deixar levar por esses pensamentos.

Apenas pense: “Estou com medo de que dê errado, mas não tem problema correr riscos, não tenho nada a perder.”.

E no fim você vai ver que realmente não tem nada a perder.

Mas Lembre-se: Isso é um hábito, você precisa se acostumar a pensar assim e a tomar consciência dos pensamentos negativos assim que eles surgirem, e afastá-los o mais rápido possível.

Na medida em que for fazendo isso, vai ficar cada vês mais rápido e fácil se livrar da negatividade.

A solução?

NÃO PENSE DEMAIS

Simples assim. Não pense demais, não pense mais do que deveria antes ou depois de tomar alguma decisão.

Você sempre vai achar defeitos em tudo se pensar demais em alguma coisa.

Parece meio controverso, mas você tem que aceitar que NADA é perfeito, tudo tem seus defeitos.

Se pensar em absolutamente tudo a todo momento nunca vai tomar alguma decisão.

Pense o necessário, nas questões mais importantes, pondere os pontos positivos e negativos.

Depois de tomar a decisão apenas siga.

Se focar seus pensamentos sempre nas dificuldades e no que pode dar errado nunca vai querer fazer nada por causa do receio.

É sempre melhor prevenir do que remediar, mas é fato que não dá para prevenir tudo, algumas coisas devem ser remediadas.

Principalmente aceite que você NÃO PODE CONTROLAR TUDO.

Não temos total controle sobre tudo nas nossas vidas, algumas coisas ficam na mão do acaso.

Pessoas com tendência a serem controladoras são as que acabam sendo controladas.

Elas se estressam com coisas desnecessárias justamente por acharem que tudo pode depender delas.

As vezes o melhor a fazer é deixar algumas coisas simplesmente acontecerem, e muitas vezes elas tem que simplesmente acontecerem.

Você vai alcançar seus resultados muito mais se for firme nas decisões e se prevenir para possíveis falhas e obstáculos, do que tentar evitar absolutamente TODOS os obstáculos antes de tudo.

alcançar seus resultados no facebook

ZONA DE CONFORTO

Alcançar seus resultados saindo da zona de conforto

Enquanto as crenças limitantes são as âncoras que te prendem a zona de conforto é a gaiola.

Fazer coisas que nunca tentou, abordar e conhecer pessoas novas, ir a lugares desconhecidos… Ou mesmo conhecidos estando sozinho.

Todas são coisas que te tiram da zona de conforto, e por isso geram um ENORME (<- Literalmente aqui né ;D) desconforto quando você faz. Principalmente se for sozinho na maioria delas.

Ter que sair da zona de conforto é o que provoca as crenças limitantes na sua cabeça.

E seu corpo reage a isso com coração acelerado, tremedeira, nervosismo e você se vê na corda bamba entre enfrentar ou desistir.

Cada vez que você enfrenta seus medos e sai da zona de conforto, ela se expande. E uma vez maior, fica mais fácil repetir as coisas.

E conforme você vai expandindo sua zona de conforto você vai se sentindo mais confortável em todas as situações. Pois todas já fazem parte da sua zona de conforto.

Toda vez que se sentir nervoso e inseguro quando estiver prestes a fazer algo novo, lembre-se: isso é a sua zona de conforto sendo desafiada.

Dar um passo além irá torna-la maior, o que significa que você evoluiu.

 

PROCRASTINAÇÃO

Alcançar seus resultados sem procrastinar

Você quer mudar, você quer melhorar, mas… Agora não.

Deixar para depois pode parecer uma coisa inocente e corriqueira, mas acredite, não é.

Adiar as coisas é uma das principais atitudes contra produtivas que você poderia tomar quando está tentando justamente ser mais produtivo.

Muitas vezes você vai se ver evitando atitudes produtivas para fazer coisas que não vão agregar em nada para a sua vida, coisas superficiais.

Um exemplo: Deixar de ler um livro, estudar, deixar de terminar algum trabalho ou malhar para assistir TV ou ficar em redes sociais mexendo no celular o tempo todo.

Você está trocando coisas produtivas por outras que não te levam a lugar algum.

O OUTRO LADO DA MOEDA

É claro que é bom de vez em quando fazer alguma coisa mais leve para relaxar, como jogar vídeo game, assistir algum seriado ou escutar um podcast.

Não tem problema nenhum em fazer isso.

Ao contrário de adiar sempre as coisas, estar a cada minuto do seu dia focado em algum processo para alguma coisa sem parar um pouco também é ruim.

Nossos cérebros precisam de distração de vez em quando, em algum momento a cada dia precisamos de um tempo para “não pensar em nada”.

Trabalhar o tempo todo em alguma coisa, ler sem parar, estudar sem algum descanso também são prejudiciais a longo prazo.

Você fica saturado e mentalmente exausto.

O problema é quando você deixa de fazer atividades importantes para simplesmente viver de lazer, tem que ter um planejamento do seu tempo para cada um e suas prioridades.

Esforço é bom, mas em excesso não acelera os resultados, adia. E o que você está aprendendo aqui é como NÃO adiar coisas importantes.

Os motivos para a procrastinação podem ser diversos:

  • Cansaço
  • Medo da dificuldade
  • Falta de motivação
  • Não saber como começar ou como fazer

O importante é você identificar o motivo por trás de você talvez estar adiando as suas prioridades e se organizar para não deixa-las de lado.

Para alcançar seus resultados da melhor maneira você não precisa necessariamente se sacrificar, porém deve haver um equilíbrio entre esforço e diversão.

 

O QUE FAZER ENTÃO PARA ALCANÇAR SEUS RESULTADOS?

O que fazer para alcançar seus resultados

Para eliminar esses maus hábitos você tem que aprender a perceber cada um.

Você precisa estar consciente de cada um para evitar que eles surtam algum efeito e influenciem suas ações para te frear no desenvolvimento.

Quando sentir medo ao fazer algo novo, fique consciente desse medo, dos efeitos que ele causa no seu corpo e na sua mente.

E mesmo que seja grande, aceite que você está tenso, vá em frente e faça. Assim você enfrenta suas crenças limitantes e evita a auto sabotagem.

E como consequência aumenta sua zona de conforto e faz com que seja mais fácil tomar novas atitudes e fazer mais coisas, iniciando um ciclo positivo de melhora.

Você vai dar menos espaço para pensamentos negativos surgirem e não vai parar ou travar nunca.

Para isso é importante se manter motivado a todo momento para não parar o processo de auto melhoramento.

Procure criar uma rotina de hábitos positivos e construtivos para seguir no dia a dia.

E dentro dela seja organizado em relação as suas prioridades, tanto em compromissos quanto em lazer. E equilibre seu tempo para não negligenciar nenhum.

Ambos são importantes para uma boa vivência e ter esse equilíbrio evita a procrastinação.

Alcançar seus resultados é uma luta cheia de obstáculos, mas assim como só você pode por os obstáculos, só você pode passar por cima deles.

Elimine um de cada vez e quando perceber já vai estar quilômetros a frente na jornada.

Bem, eu já te dei a espada, agora vá matar esse dragão! 😛

porIan Robson

COMO DOMINAR SEU EGO: 5 DICAS MATADORAS!

Você já aprendeu o que ele faz na sua vida, agora chegou a hora de aprender a dominar seu ego de vez, vamos lá?

dominar seu ego com 5 dicas

Com a teoria sempre vem a prática, e aqui eu vou te dar algumas técnicas de como você pode entrar em equilíbrio e dominar seu ego.

Lembra que eu disse no post anterior que você não precisa “matar” o seu ego, mas sim controla-lo?

Então, se por um lado você não pode se deixar levar pelo ego, por outro você não tem que guarda-lo numa caixinha e nunca olhar para ele.

O ego é importante, pois implica na sua autoestima. Porém, mais importante ainda é você saber lidar com ele de forma eficaz para viver bem consigo e com os outros.

 

ENCONTRE UM EQUILÍBRIO: SEJA CONSCIENTE DE QUEM VOCÊ É

dominar seu ego com equilíbrio

Primeiro de tudo, para dominar seu ego você precisa se conhecer. Saber quem você é consiste em saber seus limites, conhecer a fundo suas qualidades e defeitos. Essa é a fonte da verdadeira humildade.

A humildade é outra vítima do senso comum, assim como o egoísmo e o Ego. Vemos por aí que a noção de humildade é um tanto distorcida.

A imagem que a sociedade monta de humildade envolve a pessoa não ter grandes ambições, se contentar com pouco ou qualquer coisa que a vida der e se sentir feliz com isso.

Isso está completamente errado!

As pessoas que tem essa ideia entraram numa grande confusão nos significados de humildade e mediocridade.

A verdadeira humildade não está nas suas palavras e planos, e sim no modo como você lida com os aspectos referentes a você mesmo.

Pessoas realmente humildes normalmente:

  • Tem noção do que conseguem (ou não) fazerem, conhecem bem suas qualidades e defeitos.
  • Não fingem que não tem defeitos, trabalham para consertá-los.
  • Não se gabam por suas qualidades, não deixam que elas lhes subam a cabeça.
  • Procuram estarem em um ciclo constante de autodesenvolvimento para aprimorarem suas qualidades.
  • Entendem que seus defeitos fazem parte de quem são e procuram meios de viverem com eles.
  • Não tem medo de buscarem grandes resultados e de trabalharem duro por eles.
O EQUÍVOCO COMUM

Por algum motivo a imagem de quem tem essas características é a de alguém longe de ser humilde, e muitas vezes quem as tem acaba sofrendo por ser repreendido pelos outros.

Que acusam a pessoa de deixar a humildade de lado, desencorajando ela de perseguir seus objetivos.

E essa confusão nos conceitos pode te impedir de explorar o melhor da sua personalidade, caso você não tenha consciência disso.

As pessoas viveram tanto tempo com esse arquétipo errado na cabeça, passando ele de geração em geração, que hoje isso se tornou uma ideia totalmente distorcida.

Querer ser rico não faz você ser ganancioso, não tira sua humildade. Isso vai ser determinado pelos meios que você usa para alcançar esse objetivo, e as suas atitudes depois de alcança-lo.

Por outro lado, se contentar com pouco não é sinônimo de ser humilde. Basta conviver em um ambiente social para ver a quantidade de gente pobre e invejosa que tem.

Se você sabe que tem capacidade de alcançar grandes coisas, não vai ser arrogância mostrar isso. Desde que seja para realmente chegar a algum lugar, e não para se exibir pros outros.

Ser inteligente, habilidoso, talentoso em alguma coisa e reconhecer isso não tem problema nenhum. Apenas procure aproveitar em seu benefício e não para chamar atenção.

Não é nada bonito fingir que tem menos valor do que realmente tem.

 

SEJA INDEPENDENTE DE ATENÇÃO E APROVAÇÃO

dominar seu ego com confiança

Por quem você faz as coisas: por você ou pelos outros?

Eu falei no post anterior que as pessoas controladas pelo ego dependem da aprovação alheia para sentirem que tem valor, e esse é o segundo ponto.

Seu ego vai sempre te fazer sentir feliz quando você recebe atenção dos outros, e esse sentimento acaba se tornando um vício.

É bom postar aquela foto na academia e ganhar dezenas ou centenas de likes nas redes sociais né?

É bom entrar no WhatsApp e ver várias mensagens de pessoas te chamando, não é mesmo?

Isso é um fato: O sentimento daqueles 15 minutos de fama, em que você se sente importante por algum motivo é ótimo, todo mundo adora.

O problema é que muita gente acaba viciando nesse sentimento e começa a se dedicar a viver com ele. Fazendo de tudo para nunca parar de se sentir importante frente aos outros.

Mas a questão é: É pra isso que você vive? É isso o que te move a cada dia? Sua vida é dedicada a viver apenas de 15 em 15 minutos?

Espero que você tenha pensado “não” enquanto lia isso…

Se realmente não for, parabéns. Mas saiba: tem muita gente por aí que depende disso para ser feliz.

Viver em busca de aprovação e atenção de todos não é viver.

É viver para os outros.

 

SEJA DESAPEGADO DESSES SENTIMENTOS

Então para dominar seu ego é essencial você desapegar desse tipo de sentimento.

Em muitas pessoas isso está ligado a uma baixa autoestima e falta de autoconfiança.

No artigo anterior eu expliquei que pessoas que não tem muita confiança em si mesmas tendem a buscar aprovação para se sentirem importantes.

Então eu repito aqui: A pessoa autoconfiante não se preocupa em agradar aos outros para se sentir bem.

Acredite, você só precisa de uma aprovação: A SUA!

Então não se preocupe em fazer com que todos vejam o que você faz esperando reações positivas deles.

Você não precisa disso!

Seu ego vai naturalmente dizer que você precisa, mas isso é pura ilusão.

Faça as coisas por você, viva por você e não dependa das reações de outras pessoas para ficar satisfeito com o seu modo de viver.

Quanto mais indiferente você for à atenção que vai receber e às opiniões alheias, menos você vai ser independente disso e mais controlado o seu ego vai ser.

Na medida em que for se acostumando com isso, você vai dominar seu ego e ele vai se tornando mais saudável.

Experimente viver por um tempo sem expor tudo o que faz.

O simples sentimento de orgulho pelas suas realizações dura muito mais do que a satisfação pela atenção recebida.

alcançar seus resultados no facebook

EVITE JULGAR OS OUTROS

dominar seu ego sem julgamento

Para dominar o seu ego é importante aprender a olhar para as pessoas sem nenhum tipo de julgamento.

Você tem que entender que não é melhor ou pior que qualquer outra pessoa, e que não cabe a nenhum de nós julgar o outro.

Com certeza você já viu e até conheceu várias pessoas que falam de todo mundo com desdém e extremo ar de autoridade.

Como se realmente fosse algum tipo de juiz encarregado de tirar conclusões sobre todos.

Primeiro de tudo eu te disse para ter consciência das suas qualidades e defeitos.

Agora você adiciona a essa mentalidade o fato de que todos tem suas próprias características, qualidade e defeitos.

Todos são suscetíveis a erros.

A partir do momento que você para de ver os outros com julgamento, é como se tirasse um peso das suas costas.

Você até deixa de se estressar com maus hábitos e manias, já que agora você entende que isso é uma característica normal do ser humano.

 

PARA DOMINAR SEU EGO SAIBA DAR OPINIÕES COM SABEDORIA

dominar seu ego com opiniões

É normal o nosso ego nos fazer querer distribuir nossa opinião por aí como se ela fosse necessária para todo mundo.

Uma característica muito comum que denuncia o tamanho do ego de alguém é o quanto essa pessoa fala de si mesmo e o que ela acha de tudo.

Na verdade, é uma das características principais de alguém dominado pelo ego querer ter sua opinião valorizada por todos.

Opinar sobre as coisas é outra coisa completamente normal em nós, basicamente é isso que forma diálogos.

Sem a troca de opiniões quase não haveria comunicação verbal.

E se você gosta de compartilhar sua opinião com as pessoas, meio é que não falta para isso.

Você pode usar redes sociais, criar um canal no youtube ou até um blog (opa!).

E independente do meio que você use para se comunicar com as pessoas, uma coisa é essencial.

 

VOCÊ TEM QUE SABER A HORA CERTA PARA DAR SUA OPINIÃO

Essa é uma das maiores verdades para ter em mente na hora de dominar seu ego.

Acredito que uma das coisas mais desagradáveis de se escutar seja a velha frase “Ninguém pediu sua opinião”, ou “Ninguém te perguntou!”.

E isso reflete o fato de que por melhor que seja a opinião ou a intenção por trás dela, nem toda hora é uma boa hora para expô-la.

Se você tiver a opinião oposta a da pessoa ou grupo com quem esteja conversando, o ideal é você se comunicar de forma tranquila e bem detalhada.

Não tentar forçar sua opinião aos outros.

Esperar a melhor hora de expor o que acha também é primordial.

Terão momentos em que você vai pegar as pessoas em um mau dia, seja por mau humor, ou algum estresse incomum.

E nessas horas se a sua opinião for contrária à dela, pode causar uma reação negativa.

Não pense que a sua opinião é a melhor do mundo ou que ela é A CERTA.

Se alguma opinião realmente fosse uma verdade absoluta se chamaria “fato”.

É também essencial entender que todos temos opiniões diferentes.

Tanto é que se perguntar para 5 ou 10 pessoas na rua o que acham sobre a mesma coisa, você pode voltar com 10 ou até 20 respostas diferentes.

A sua intenção pode ser ajudar uma pessoa, sua opinião pode ser inteligente, você pode ser mais inteligente do que a pessoa.

Mas nem por isso você pode tratar sua opinião como conhecimento obrigatório.

Pessoas dominadas pelo ego, dependendo do nível tendem a achar que suas opiniões são dignas de estarem em enciclopédias.

E se tem uma coisa difícil nessa vida é mudar a opinião de alguém assim.

Prudência pode ser a diferença entre causar uma briga ou transformação na pessoa quando dá sua opinião.

 

PAZ É MELHOR QUE “RAZÃO”

dominar seu ego com paz interior

O que é mais importante para você: Se sentir bem consigo mesmo e com os outros, ou provar a todo custo que está certo em tudo?

Pense nisso… Você já deve ter passado por brigas e discussões por causa de conflitos envolvendo razão.

Já parou para pensar que a menos que isso representasse um risco real para algum de vocês, não teve muito sentido brigar?

Conflitos de opiniões e valores quase sempre levam a esse tipo de coisa.

E nessa hora você vai se ver entre a razão e a emoção.

O desejo do ego é fazer de tudo para estar certo, ter a razão satisfaz o ego de qualquer pessoa.

E tem muita gente que luta com unhas e dentes para sempre ter razão sobre tudo!

Para elas não é questão de realmente “estar certo”, mas sim de ter a razão.

É parecer estar certo para quem estiver perto ou conviver com essa pessoa, mesmo que no fundo ele saiba que não está realmente certo.

Isso é uma das características mais comuns de quem é totalmente dominado pelo ego.

Esse tipo de pessoa tem uma espécie de medo de estar errada, acha que isso diminui seu valor.

Normalmente ela vai fazer de tudo para não admitir que não está certa em uma discussão ou debate.

Dependendo do seu ego esse talvez seja o passo mais difícil de pratica.

Mas depois de poucas vezes você já passa a ver tudo de outro jeito.

 

O QUE REALMENTE IMPORTA

Aqui a última mentalidade para você adotar: Importante é estar certo para você e não para os outros.

Não é mais simplesmente questão de opinião, e sim de certo e errado, fatos.

Se em alguma situação você sabe que está certo, mas a outra pessoa insiste em não entender, e a questão não é nada realmente importante.

Então não tem por que lutar contra a ignorância dela para provar sua razão, é pura perda de tempo.

Seus próprios valores devem ser sua prioridade, e o que os outros irão achar não deve fazer diferença no seu julgamento interno.

Então não brigue para estar sempre com a razão, por que ela nem sempre estará com você.

Muitas vezes “ter razão” vai custar boas relações enquanto a razão em si pode ser sobre algo insignificante.

E a sua paz de espírito vale muito mais do que vencer uma briguinha boba que logo será esquecida.

Por outro lado, caso perceba que está errado sobre algo, não tem problema nenhum admitir isso.

Você não vai ser ninguém inferior por isso, pelo contrário, ter caráter e reconhecer isso te fará diferente de milhões de pessoas que não tem essa coragem.

Dominar seu ego sempre vai ser uma luta complicada que exige equilíbrio na pessoa, mas a recompensa é imensurável, simplesmente não tem preço.

Comece a praticar e dê tempo a si mesmo, vai ser fácil perceber os resultados.