Arquivo mensal julho 2017

porIan Robson

13 COISAS QUE AS PESSOAS MENTALMENTE FORTES NÃO FAZEM

Ler é um dos maiores hábitos de quem quer realmente evoluir. Então hoje eu vou falar de 13 Coisas que as Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem. O livro que eu recomendo para qualquer um que quer melhorar sua vida de vez.

O que eu vou compartilhar com você nesse artigo é uma das maiores fontes de evolução que tem ajudado milhões de pessoas a mudarem seus hábitos. Leia o artigo na íntegra e ponha tudo em prática.

SOBRE A AUTORA

Amy Morin é assistente social, professora universitária e psicoterapeuta. Escreve regularmente para os sites Forbes, Psychology Today e About.com.

É convidada com frequência para dar entrevistas a jornais e revistas, como Time, Cosmopolitan e Business Insider. Seu trabalho já foi traduzido para mais de 20 idiomas. (Fonte: Sextante)

 

PSICOLOGIA REVERSA

Diferente da maior parte dos livros de desenvolvimento pessoal, em 13 Coisas que as Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem Amy nada contra a maré.

E nesse livro ela explora maus hábitos mentais e comportamentais mais comuns que todos nós tivemos durante toda a vida.

Mesmo sem perceber.

Enquanto a maioria dos livros prioriza te ensinar os hábitos corretos dando como exemplos alguns hábitos ruins.

Este inverte a abordagem e direciona os holofotes para eles.

Nada contra o jeito padrão de livros do gênero. Ambas maneiras são eficazes.

Mas a abordagem de Amy parece mais interessante do ponto de vista de dissolver maus hábitos.

Já que o foco aqui é destruir crenças limitantes e atitudes improdutivas.

E depois sim mostrar o jeito certo.

Partindo do princípio de que primeiro temos que remover a bagagem negativa antes de pôr a positiva.

Após a leitura você se dá conta de quantos hábitos errados carregou por tanto tempo!

Coisas essas que aprendeu desde criança da família, amigos…

Coisas que te ensinaram como “certas” e que se fizesse seria uma pessoa boa e educada.

Mas que por várias vezes na prática te fez sacrificar de forma sutil seu amor próprio e independência emocional.

 

ser um homem de valor no facebook 

 

13 Coisas Que As Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem

É bem provável que você já tenha adotado algum desses hábitos:

Mas saiba que pessoas mentalmente fortes…

 

#1 – Não Sentem Pena De Si Mesmas

Quem é mentalmente forte não perde tempo sentindo auto piedade ou se sentindo uma vitima.

Esse é um mau hábito que leva ao ciclo de pensamentos negativos que destroem a sua saúde mental e te deixa mais longe dos resultados.

 

#2 – Não Abrem Mão Do Seu Poder

Você tem que ter noção do poder que tem sobre você e não deixar coisas externas como outras pessoas ou situações tirarem sua paz de espírito.

Ser mentalmente forte significa saber quando agir e quando reagir ou não.

 

#3 – Não Tem Medo De Mudanças

Ser aberto as mudanças da vida é uma das maiores qualidades de qualquer um que seja mentalmente forte.

Elas acontecem mesmo que você não aceite, então é importante saber como encarar essas situações.

 

#4 – Não Focam No Que Não Podem Controlar

Quem foca no que não pode controlar gasta esforço de forma errada e fica estagnado.

Você precisa encontrar o foco que vai te ajudar a evoluir para investir seu tempo e esforço.

 

#5 – Não Tentam Agradar À Todos

É um dos pontos principais que preservam seu amor próprio.

Você deve vir SEMPRE em primeiro lugar, e se doar para os outros nunca é recomendável.

Saber reconhecer quando a necessidade de ajuda é genuína é uma característica marcante de quem é mentalmente forte.

 

#6 – Não Tem Medo De Correr Riscos

Quando você é mentalmente forte entende o valor em correr certos riscos, não tem medo de enfrentar a barreira e sair da zona de conforto.

Você se desafia, se supera, aprende e evolui.

 

#7 – Não Se Prendem Ao Passado

Entender que viver no passado só te impede de seguir em frente.

E que por mais que você possa aprender com ele o principal é viver o presente.

 

#8 – Não Repetem Os Erros

Pessoas mentalmente fortes aprendem com os erros e se aprimoram para não irem pelo caminho errado várias vezes.

 

#9 – Não Se Incomodam Com O Sucesso Dos Outros

Ser livre da inveja é uma das coisas que te mais te tornam alguém evoluído.

Por menor que ela seja, sempre vai ser uma âncora que te mantém longe do sucesso.

 

#10 – Não Desistem Depois Do Primeiro Fracasso

Você sabe que dificilmente vai conseguir algo com apenas uma tentativa. Pode até acontecer de primeira, mas se não der, precisa saber até onde é saudável persistir.

 

#11 – Não Evitam Ficarem Sozinhas

Os mentalmente fortes sabem que ficar sozinho é importante as vezes, e que na solidão podem ter as melhores soluções para os problemas ou melhores ideias.

 

#12 – Não Sentem Que O Mundo Lhes Deve Alguma Coisa

Mais uma vez, você precisa saber que não ganhará nada se fazendo de vítima.

Muita gente se doa até o ponto em que acha que deve receber um retorno por isso.

 

#13 – Não Esperam Resultados Imediatos

Paciência é uma virtude, principalmente para as pessoas mentalmente fortes.

Saber que com as atitudes certas os resultados virão mais cedo ou mais tarde é uma das maiores provas de mentalidade forte.

 

E Para cada um desses temas ela usa exemplos de pacientes que já chegaram até ela com problemas causados por essas mentalidades erradas.

E vai a fundo nos efeitos que cada uma causa na sua vida.

Na medida em que você lê se identifica com cada uma que já tenha feito parte de você.

Te fazendo perguntas que ajudam a perceber se você tem algum desses hábitos ou pensamentos.

E ainda dá um passo a passo para acabar com cada um deles.

É quase como uma aula de psicologia e práticas de saúde mental com exercícios e hábitos para você adotar para o dia a dia.

 

Conclusão

13 Coisas Que As Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem é um dos melhores livros que você vai ler na vida.

Nessa vastidão de livros com grandes promessas de mudanças esse se destaca com facilidade sendo simples e eficaz para todo mundo que busca o desenvolvimento pessoal.

Tenho certeza que depois dessa leitura você nunca mais vai olhar para dentro da mesma forma.

 

porIan Robson

A VERDADE SOBRE SER UMA PESSOA FRIA – O QUE NINGUÉM ENXERGA

Neste artigo eu vou te mostrar um pouco da verdade sobre o que é realmente ser uma pessoa fria.

Seja por desilusão amorosa, com a vida ou qualquer outro tipo de decepção.

Toda pessoa chega a algum momento da vida em que promete para si mesmo que vai abandonar qualquer tipo de sentimento para nunca mais se decepcionar.

Então o mais comum é que a decepção seja o gatilho para essa vontade em quase todo mundo.

Mas será que essa realmente é a melhor opção?

Aqui eu vou te falar as verdades que ninguém enxerga quando procura mudar de personalidade por estar cego com a frustração.

 

 

O QUE TE LEVA A QUERER SER UMA PESSOA FRIA?

O que te leva a ser uma pessoa fria

 

Se chegou aqui possivelmente esteve procurando coisas relacionadas a se tornar alguém mais frio.

Mas o melhor é o seguinte: olhe para dentro de você.

Pensa bem… o que te levou a querer isso?

Eu já levantei várias possiblidades acima…

Você teve alguma decepção amorosa? Término de relacionamento? Amizades e relações em geral frustradas?

Você sempre foi o tipo de pessoal que mais dá do que recebe?

Não precisa ser necessariamente relacionado a outra pessoa ou amor.

Teve alguma decepção recente na vida? Na carreira? Alguma perda?

Você tem que fazer essa reflexão e procurar o motivo para você tomar essa decisão.

Só depois você pode avaliar a situação e se pelo menos vale a pena.

Uma coisa é certa: Se você quer abandonar seus sentimentos é porquê teve uma má experiência com eles.

Ninguém joga fora aquilo que o faz se sentir bem…

Tanto que eu falei nas decepções.

 

 

VOCÊ É SENTIMENTAL?

Outra coisa comum é que pessoas que de repente desejam se tornarem mais frias na verdade são pessoas muito sentimentais.

Antes disso investiam as emoções intensamente até o momento que experimentaram emoções negativas com a mesma intensidade.

Se doavam para as pessoas, tinham muito afeto por quem não sentia o mesmo, se apegavam com facilidade…

E por isso criaram esse trauma a ponto de buscarem abrir mão das emoções para nunca mais terem essa experiência.

Olha, eu já procurei maneiras de me tornar alguém frio.

E então eu percebi que na verdade era sentimental, não media o quanto me envolvia emocionalmente com alguma coisa.

Muita gente vive essas emoções de corpo e alma e em algumas situações de tanto viver assim acaba quebrando a cara.

E o medo de que aconteça de novo é o que as faz desistirem de se deixarem levar de novo.

Por isso você tem que reconhecer se é realmente o tipo de pessoa sentimental.

Essa auto avaliação é essencial.

 

 

A ILUSÃO SOBRE SER FRIO

A verdade sobre ser uma pessoa fria

Muito se fala sobre as pessoas frias, a mídia e a cultura pop também criaram um “personagem” desse tipo de gente.

Quando o assunto é ser frio logo vem na mente das pessoas pelo menos dois tipos.

O primeiro é daquele cara que não se importa com nada, está sempre tranquilo, de bom com a vida e com tudo.

O outro é aquela pessoa com uma personalidade implacável que parece nunca se abalar com nada, nunca está triste ou estressada.

Outro possível é uma mistura dos dois.

A questão é que esses tipos são abordados em quase todos os tipo de filmes, séries e etc.

E chegam até a passar para você um ar de superioridade.

Te faz pensar que ser como eles te colocaria em um nível mais alto na vida.

Até porquê ter confiança e paz inabaláveis são qualidades que todo mundo quer.

Mas na prática não é bem assim que funciona.

 

ser um homem de valor no facebook

 

A VERDADE SOBRE SER UMA PESSOA FRIA

A verdade sobre ser uma pessoa fria

Na vida real até existem pessoas assim, mas a verdade é uma só.

Elas não são assim por natureza.

Você pode até achar que essas pessoas que parecem inabaláveis não sentem nada.

Mas na verdade elas sentem e muito.

É natural o ser humano ser sentimental. Somos seres emocionais.

Somos movidos todos os dias por várias emoções, de vários tipos.

Seja alegria, medo ou qualquer outra.

E tentar se tornar alguém incapaz de experimentar emoções seria negar a natureza.

O único jeito de ser alguém tão seco a ponto de nunca sentir nada seria ter algum problema psicológico.

Tanto que os próprios filmes que montam esses personagens logo são revelados como psicopatas.

E quando não são maus, a gente sempre descobre que na verdade é alguém que esconde os verdadeiros sentimentos.

Seja por traumas do passado ou qualquer outro tipo de situação.

Quer um exemplo? Te dou dois:

Harvey Specter do seriado Suits

Cristian Gray do livro 50 Tons de Cinza

A primeira vista ambos são exemplos perfeitos da frieza que todos gostariam de alcançar.

Mas logo vem a verdade por trás da máscara.

 

 

O QUE VOCÊ “GANHA” SE TORNANDO ALGUÉM FRIO

Depois de tudo isso você ainda quer ser uma pessoa fria?

Ser uma pessoa fria significa deixar de lado todas as suas emoções e viver como se elas não existissem dentro de você.

Se você faz isso para evitar sentimentos ruins esteja preparado para também deixar de aproveitar os bons.

Você entra em um estado total de indiferença e não vai ser mais influenciado por nenhum deles. Vai estar no meio.

É uma ordem natural, não se pode abandonar apenas as emoções ruins, as boas também vão embora.

Quem não pode chorar também não pode sorrir. Esse estilo de vida também tem seu preço.

Com o tempo você vai ver as pessoas irem embora da sua vida por você não conseguir mais agregar emoções positivas na vida delas.

Afinal ser uma pessoa fria tira toda a sua capacidade de expressar sentimentos.

E todas as relações envolvem emoções entre as pessoas.

Uma relação amorosa, por exemplo, pode ser baseada em amor ou paixão.

Uma amizade vem da afinidade, confiança, afeto e várias outras emoções.

O ponto é, todas as relações sempre tem raízes em emoções.

E tirar as emoções da sua vida é colocar uma corda no pescoço de qualquer relação saudável que você tenha construído ao longo da vida.

No fim não são realmente as pessoas que se afastam de você, e sim você que as afastará pela frieza.

Tem certeza que você quer ser uma pessoa assim? Que não sente nada, não experimenta o gosto de nada na vida? Sem amigos ou pessoas para compartilhar os momentos?

Pessoas frias não tem amigos, não tem quem as ame, não confiam em ninguém e não são confiáveis aos olhos de ninguém.

Ser uma pessoa fria na verdade é ser solitário, emocionalmente e socialmente.

É simplesmente estar sozinho por dentro e por fora.

 

 

O EQUILÍBRIO É O MELHOR CAMINHO

Ter equilíbrio em vez de ser uma pessoa fria

Agora você pode estar pensando “Ok, se ser frio não vale a pena o que eu faço? Já fui muito sentimental e me decepcionei e não posso abandonar minhas emoções, qual é a resposta?”.

Simplesmente você precisa ter equilíbrio.

Essa é uma das coisas que eu mais falo aqui no blog.

Ter equilíbrio é essencial na vida e o equilíbrio emocional é primordial em várias áreas.

Eu já falei que quando você é frio você está no meio da balança das emoções, mas não deixa nenhum lado pesar.

Ser equilibrado é estar no lado bom desse meio, aí você é capaz de avaliar quando vale a pena ou não investir emocionalmente.

A verdade é que você não precisa ser frio, só consciente das suas emoções e o quanto você responde emocionalmente às situações da vida.

Essa consciência te faz sempre pensar antes de qualquer reação e decidir se é bom se envolver.

 

DESAPEGO E EXPECTATIVAS

Lá em cima eu perguntei se você já quis se tornar frio por causa de decepção amorosa e se é do tipo que se doa para os outros.

Se sim, o melhor é você praticar o desapego saudável nos relacionamentos e não esperar nada das pessoas.

Eu fiz um artigo completo sobre isso aqui:

Se você já esperou ser tratado da mesma forma que tratava todo mundo então estava criando expectativas que foram frustradas.

E te encheram de frustração.

O melhor é parar com isso!

Só faça se for de coração.

Assim você não faz esperando retorno, e não vai se decepcionar, simplesmente porquê não se importa.

O importante é fazer porquê você quer fazer e não para que os outros também façam.

Ser desapegado é ser livre.

 

 

CONTROLE EMOCIONAL

Você precisa ter controle sobre suas emoções, não ser controlado por elas.

Aceite que você não pode controlar como os outros se sentem.

Mas pode controlar como você se sente.

E o que realmente importa são os seus próprios sentimentos.

Você decide o quanto vai ficar triste ou frustrado com a falta de retorno que tem.

E decide o quanto vale a resposta emocional que os outros tem ao que você faz.

Uma vez que esteja livre disso, não via precisar ser frio para não se frustrar.

Já vai estar livre antes mesmo que isso possa acontecer.

Porquê nunca deu mais valor aos resultados do que eles merecessem.

Lembre-se: Você faz sua felicidade, não ponha nos outros o dever de te fazer feliz.

 

LEIA TAMBÉM:

O Poder do Amor Próprio

A Importância de Tomar Decisões

O Desapego nos Relacionamentos